Escolha uma Página

COISAS QUE SÓ ACONTECEM ao Botafogo. Fez um gol de pênalti aos 51 minutos e sofreu o gol de empate do Coritiba, aos 54, na noite de ontem (29), sem público, no Estádio Couto Pereira, no Alto da Glória, um dos menores, mas dos mais charmosos bairros da capital do Paraná. Apesar do terceiro empate do técnico Tiago Nunes e do nono jogo sem vitória, o Botafogo conseguiu terminar a 36ª rodada na vice-liderança, por mais saldo de gols que o Atlético Mineiro e o Flamengo.

DEPOIS DE SEIS JOGOS, Tiquinho Soares voltou a marcar, convertendo o pênalti de Kuscevic em Carlos Alberto, aos 51 minutos do 2º tempo, mas o Coritiba empatou aos 54, com Edu, meia carioca de 30 anos, comprado do Cruzeiro por R$600 mil. Igual em pontos (63) e em vitórias (18) ao Atlético Mineiro (3º) e ao Flamengo (4º), o Botafogo ainda conseguiu manter a vice-liderança, por ter mais saldo de gols (23) que o Atlético Mineiro (22) e o Flamengo (14).

O TIME DO 9º JOGO SEM VITÓRIA: Lucas Perri, Adryelson, Victor Cuesta e Bastos (Hugo); Tchê Tchê (Lucas Fernandes), Marlon Freitas, Gabriel Pires (Janderson), Eduardo e Victor Sá (Luis Henrique); Junior Santos (Carlos Alberto) e Tiquinho Soares. Os empates anteriores do técnico Tiago Nunes foram com o Bragantino (2 x 2) e com o Santos (1 x 1). O Botafogo recebe o Cruzeiro, domingo (3), no último jogo de 2023 no Estádio Nilton Santos, com torcida única.

O BOTAFOGO jogou com 10, desde os 30 minutos, quando o meia Eduardo foi expulso por falta dura, atingindo o tornozelo do meia carioca Andrey, ex-Vasco. Em seu 26º jogo em 2023, o árbitro pernambucano Rodrigo Lima, de 36 anos, guarda municipal em Jaboatão dos Guararapes, região metropolitana do Recife, também expulsou o lateral baiano Jamerson, do Coritiba, por um carrinho, por trás, em Junior Santos, aos 47 minutos do 1º tempo.

A ÚLTIMA VITÓRIA DO BOTAFOGO, 2 x 1 no América, em Belo Horizonte, foi em 18 de outubro, na 27ª rodada. Desde então, 1 x 1 Athletico Paranaense; 2 x 2 Fortaleza; 0 x 1 Cuiabá; 3 x 4 Palmeiras; 0 x 1 Vasco; 3 x 4 Grêmio; 2 x 2 Bragantino; 1 x 1 Santos, e 1 x 1 Coritiba. Após a irretocável campanha do turno, em que venceu os 10 jogos em casa, 7 sem sofrer gol, e ganhou 5 dos 9 como visitante, o Botafogo declinou, perdendo a liderança depois de 31 rodadas.

PALMEIRAS COM A MÃO NA TAÇA

O PALMEIRAS ASSUMIU a liderança isolada, com 66 pontos e 19 vitórias, ao golear o lanterna América Mineiro por 4 x 0, na noite de ontem (29), no Allianz Parque. Com a mão na taça do segundo título brasileiro consecutivo, o campeão de 2022 tem mais três pontos e uma vitória que o vice-líder Botafogo; o Atlético Mineiro (3º), e o Flamengo (4º), e faz domingo (3) o último jogo em casa com o Fluminense. 4ª feira (6), com o Cruzeiro, sem público, no Mineirão.

O PALMEIRAS JÁ SAIU para o intervalo com 2 x 0, gols de Endrick, logo aos 2 minutos, e do zagueiro Eder, contra, aos 40. A equipe dosou energias e manteve o domínio do jogo, só ampliando a vantagem nos minutos finais. O argentino Flaco Lopez substituiu Endrick, que saiu muito aplaudido, pela atuação e pelo belo gol, e marcou dois gols em quatro minutos, aos 43 e aos 47. R$2.694.055,09. 29.717 pagantes. Boa arbitragem do goiano Wilton Sampaio.

RONY SAIU AOS 11 MINUTOS, sentindo o antebraço, após dividida com o goleiro Jori. O time líder e com o ataque mais positivo (62): Weverton, Marcos Rocha, Murilo, Naves e Piquerez; Zé Rafael (Jailson), Richard Rios (Fabinho) e Raphael Veiga; Endrick (Flaco Lopez), Rony (Artur) e Breno Lopes (Jhon Jhon). O zagueiro e capitão Gustavo Gomez cumpriu suspensão e reaparece no jogo de domingo (3) com o Fluminense.

Fotos: Terra e UOL