No primeiro dos dois últimos jogos consecutivos em casa, o vice-líder Botafogo, com 48 pontos, 14 vitórias, ataque mais positivo com 39 gols, invicto em casa em quatro jogos no returno,  entra com o coração na ponta da chuteira, supermotivado para vencer o Avaí, às 7 da noite de hoje (2), no estádio Nilton Santos. A vitória deixaria o Glorioso a dois pontos do líder Coritiba, com 53, que completará a rodada 28, segunda (4), em Belém, em jogo durísssimo com o Remo.

APOIO DOS TORCEDORES – No décimo sexto jogo do técnico Enderson Moreira – 11 vitórias, 9 sem sofrer gol; dois empates e só duas derrotas -, o Botafogo voltará a contar com o apoio dos torcedores, em outro evento-teste com 4.999 ingressos à venda, após a excelente organização na vitória (2 x 0) sobre o Sampaio Corrêa. Mantendo o distanciamento e usando máscaras, os torcedores do Botafogo foram os mais elogiados na volta do público aos estádios.

DEFESA MAIS FORTE – Poupados do jogo em Salvador com o Vitória, o lateral-direito paulista Daniel Borges, de 28 anos, emprestado pelo Mirassol, e o zagueiro argentino Joel Carli, que dia 19 completará 35 anos, deixarão a defesa mais forte e aumentarão também a força do ataque mais positivo porque são constantes nos avanços. O time inicia com Diego Loureiro, Daniel Borges, Joel Carli, Gilvan e Carlinhos; Barreto, Oyama e Chay; Marco Antonio, Rafael Navarro e Diego Gonçalves.

BOM CONFRONTO – Haverá com certeza bom confronto na noite de hoje (2), no estádio Nilton Santos, o do ataque mais positivo do Botafogo (39) com a segunda defesa menos vazada do Avaí (20), dirigido pelo santista Claudinei Oliveira, ex-goleiro de 52 anos, que também não fez mistério sobre a escalação: Gledson, Edilson, Betão, Alemão e Diego Renan; Jean Cleber, Lourenço e Valdívia; Vinicius Leite, Getulio e Copete.

MOTIVAÇÃO – A quinta vitória consecutiva, em casa, no returno, é a maior motivação do Botafogo, com 48 pontos, para se manter na vice-liderança. Mas o Avaí, quarto, com 46 pontos, após três vitórias consecutivas, pode ser o novo vice-líder, o que só não aconteceria se o CRB, terceiro, com 47 pontos, vencer o CSA, amanhã (3), no clássico alagoano, no estádio Rei Pelé, em Maceió. O único que não perde a posição na rodada é o líder Coritiba, com 53 pontos.

TERCEIRA VEZ – Botafogo e Avaí se enfrentarão pela terceira vez na Série B, após dois 1 x 1, em 4 de maio de 2003, no estádio Caio Martins, em Niterói, e em 3 de julho de 2021, no jogo do turno, no estádio da Ressacada, em Florianópolis. Em 11 jogos na Série A, 6 vitórias do Botafogo, 2 do Avaí e 3 empates. Foi no primeiro jogo, em 16 de abril de 74, no Maracanã, a maior goleada do confronto: Botafogo 5 x 1, pela Série A.

VIRADA DO NÁUTICO – Depois de sete jogos sem vencer, com cinco derrotas consecutivas, o Náutico ganhou de virada (2 x 1) do Operário, no estádio Germano Kruger, em Ponta Grossa, no único da noite de ontem (1), que abriu a vigésima oitava rodada. O lateral Djalma Silva fez o gol do Operário, e na volta do intervalo, os atacantes Vinícius, de pênalti, aos 39, e Caio Dantas, de cabeça, aos 40, marcaram os gols da virada. Nono com 38 pontos, o Náutico está a 2 pontos do Vasco (40), que joga com o Confiança, penúltimo colocado, amanhã (3), em Aracaju.

Foto: Lance!