Escolha uma Página

O 1 x 1 COM O FORTALEZA, em jogo sem brilho na tarde deste domingo (12), na Arena Castelão, fez o Botafogo cair uma posição e terminar a sexta rodada em 4º, com 10 pontos, igual ao Cruzeiro, com 3 vitórias, 1 empate, 2 derrotas, mas em vantagem no saldo (5 a 1). O Botafogo tem o ataque mais positivo com 12.

O GOLEIRO JOHN, do Botafogo, foi advertido com o cartão amarelo mais rápido da história de 21 anos dos pontos corridos do Campeonato Brasileiro (2003), ao sair da área com a bola, após a defesa, aos 51 segundos. O Botafogo teve mais cinco e o Fortaleza, cinco, incluído um reserva, em um dos jogos com mais advertências.

O ARGENTINO Tomás Pochettino, meia de 28 anos, fez o gol do Fortaleza aos 10 minutos, com chute forte da linha da grande área, no ângulo. O Botafogo empatou no 2º chute ao gol, aos 38, com o meia Danilo, de cabeça, após o goleiro João Ricardo desviar a escanteio, batido por Óscar Romero, a falta de Jeffinho.

OS TIMES USARAM todas as substituições e tiveram até 7 minutos de acréscimos, mas não conseguiram mudar o resultado na volta do intervalo. Foi o 1º empate do técnico português Artur Jorge, depois de 6 vitórias e 6 derrotas, e ele mesclou a equipe, pensando no jogo de 4ª (15) com o Universitário pela Libertadores.

JOHN, Mateo (Damian), Bastos, Barboza e Cuiabano; Danilo (Marlon), Gregore, Tchê Tchê e Óscar Romero (Savarino); Luis Henrique (Junior Santos) e Jeffinho (Diego Hernandez). O Botafogo voltará a ser visitante na 7ª rodada, domingo (19) com o Corinthians. O Fortaleza voltará a jogar em casa, sábado (18), com o líder Athletico.

                                        BAHIA ASSUME VICE-LIDERANÇA

COM A VITÓRIA sobre o Bragantino por 1 x 0, gol do meia Thaciano, aos 37 do 1º tempo, o Bahia assumiu a vice-liderança com 13 pontos – 4 vitórias, 1 empate, 1 derrota -, igual ao Athletico Paranaense, líder pelo saldo de gols (6 a 3). O Bragantino perdeu a invencibilidade e caiu de 5º para 7º com 9 pontos.

O MEIA THACIANO disse ter sido a primeira vez que marcou o gol da vitória no dia do aniversário. Paraibano de Campina Grande (12/5/95), ele ganhou a Copa do Nordeste de 2021, emprestado pelo Grêmio, em que foi pentacampeão gaúcho e da Recopa Sul-Americana.

 PALMEIRAS CAI DUAS POSIÇÕES

COM A DERROTA para o líder Athletico Paranaense por 2 x 0, gols de Pablo, de falta, aos 53 minutos do 1º tempo, e do capitão Gustavo Gomez, contra, aos 14 do 2º tempo, o Palmeiras desceu de 6º para 8º, com 8 pontos, único com saldo de gol zerado (3 a 3), na tarde de domingo (12), na Arena Barueri.

QUANDO ESTAVA 0 x 0, o Palmeiras não aproveitou a melhor chance para abrir o placar. O goleiro Bento, dois dias antes convocado para a Copa América, cometeu pênalti em Endrick, mas se recuperou ao defender a cobrança do meia Raphael Veiga no canto esquerdo. O lateral argentino Esquivel, do Athletico, foi expulso aos 21 do 2º tempo, quando o placar já estava definido.

FOI A 2ª DERROTA sem fazer gol na Arena Barueri e o técnico Abel Ferreira e seus assistentes Vítor Castanheira e João Martins foram suspensos pelo acúmulo de cartões. O time será dirigido por Andrey Lopes, 3º assistente, domingo (19) com o Criciúma, sem contar com Endrick, Flaco Lopez e Mayke também suspensos.

CRUZEIRO SOBE CINCO POSIÇÕES

COM A VITÓRIA sobre o Atlético Goianiense por 1 x 0, gol do meia mineiro Mateus Pereira, aos 36 do 2º tempo, o Cruzeiro subiu de 10º para 5º, com 10 pontos, igual ao Botafogo, perdendo só no saldo de gols (5 a 1). Foi a 4ª derrota consecutiva, 3ª do Atlético em casa, 19º, sem vitória, com saldo negativo de 6 gols (2 a 8).

O CLUBE ANALISA a situação do técnico carioca Jair Ventura, após a queda brusca de rendimento da equipe, depois de ganhar o Campeonato Goiano. O Atlético perdeu em casa para o Flamengo (2 x 1 de virada), na estreia; para o São Paulo (3 x 0) e para o Cruzeiro (1 x 0). O único ponto foi do 1 x 1 com o Inter, em Porto Alegre.

Foto: LANCE! , Portal CGMAIS e UOL