O Náutico eliminou o Toledo, com os 2 x 0 da noite de ontem (12), no oeste do Paraná, e será o adversário do Botafogo na segunda fase da Copa do Brasil, com a vantagem de jogar em seu estádio Eládio de Barros Carvalho, no bairro dos Aflitos, no Recife. Em caso de empate, a vaga será decidida em pênaltis. A CBF ainda não marcou a data do jogo único, que poderá ser em 19 ou 26 de fevereiro, ou em 4 de março.

ATRAÇÃO – O atacante KeisukeHonda, também sem previsão de estreia, poderá ser a grande atração do alvinegro carioca no jogo único com o Náutico pela Copa do Brasil. Embora seja seu primeiro time brasileiro, há quase seis anos Honda jogou em 14 de junho de 2014 na Arena Pernambuco, e marcou o gol do Japão, que levou a virada (2 x 1) da Costa do Marfim pelo Grupo C da Copa do Mundo. 

CAMPEÕES DO MUNDO – O gerente de futebol do Botafogo, Valdir Espinosa, não cabe em si de alegria com a contratação de Paulo Autuori. Técnico do título carioca de 1989, quebrando jejum de 21 anos do Botafogo, Espinosa foi técnico do Grêmio, campeão do mundo de clubes em 1983. Paulo Autuori foi técnico do São Paulo, campeão do mundo de clubes em 2005. Espinosa resumiu: “Se com um campeão do mundo estava bom, imagina agora com dois!”

30 ANOS – Uma das grandes motivações do Náutico na Copa do Brasil de 2020 é a lembrança da melhor campanha da história do time, há 30 anos, quando pela única vez foi semifinalista, perdendo o primeiro jogo (3 x 0 no Maracanã) e empatando (2 x 2), no Recife, com o Flamengo, campeão ao vencer o Goiás (0 x 0 e 1 x 0). O Náutico passou à segunda fase, em que jogará com o Botafogo, ao vencer (2 x 0) o Toledo, na noite de ontem (12), no estádio 14 de Dezembro, em Toledo, a 537 km da capital Curitiba.

10 MINUTOS – A vitória foi conseguida em dez minutos, no segundo tempo, com o gol do meia Jean Carlos, de 27 anos, paranaense de Cornélio Procópio, destaque do Náutico em 2020, com oito dos doze gols, e cinco assistências. Jean Carlos fez 1 x 0 aos 12 minutos, e foi com seu chute forte que Mateus Carvalho, niteroiense de 27 anos, marcou o segundo gol aos 22, após rebote do goleiro Diego. O técnico é Gilmar Dal Pozzo, ex-goleiro, catarinense de 50 anos. 

Foto: Fogão Net