Foto: Botafogo perde para Atlético-PR – Site Oficial Atlético-PR

A décima derrota como visitante (2 x 1, de virada) para o Atlético Paranaense, na noite deste sábado (27), na Arena da Baixada, em Curitiba, complicou a situação do Botafogo (35), já superado pelo Vasco (35) no saldo de gols, e podendo ser ultrapassado, caindo mais uma posição, se o Ceará (34) vencer o Atlético Mineiro, segunda (29), no jogo que encerrará a rodada 31. 

A VIRADA – O Botafogo fez 1 x 0, gol de Brenner, aos 30 do primeiro tempo, cobrando pênalti sofrido pelo lateral Gilson. Com firmeza, Brenner bateu forte no canto direito, sem chance para o goleiro Felipe Alves. Na volta do intervalo, Bergson empatou aos 11, e Pablo fez o gol da vitória aos 39, três minutos depois de entrar no lugar de Bergson, com chute por baixo do braço do goleiro Saulo. O uruguaio Aguirre entrou no intervalo no lugar de Brenner, mas não teve boa atuação.

12 VITÓRIAS – O Atlético Paranaense, a exemplo do Vasco, ainda não venceu fora de casa, mas, como mandante, o desempenho é muito favorável. O rubro-negro de Curitiba, que esta noite jogou de uniforme amarelo, ganhou 12 dos 17 jogos em casa – oito sem sofrer gol -, empatando dois e sofrendo só três derrotas. O Atlético Paranaense está em oitavo com 43 pontos e muita chance de conseguir vaga na Libertadores 2019.

O Atlético Paranaense perdeu de virada para os três times mineiros – 3 x 1 para América e Cruzeiro, e 2 x 1 e 3 x 1 para o Atlético – e também levou virada (2 x 1) da Chapecoense. A virada desta noite sobre o Botafogo foi a primeira que conseguiu no Brasileirão 2018. A vigésima sexta vitória de virada do atual campeonato.

OS 7 DO BOTAFOGO – Em décimo quarto lugar com 35 pontos, o desempenho do Botafogo é muito abaixo do esperado, sobretudo como visitante. Em 16 jogos, perdeu 10 sem marcar gol em 6, empatando 3 e só conseguindo 2 vitórias, uma delas em São Januário – 2 x 1 no Vasco – e a outra, em Salvador, nos 4 x 3 no Vitória. Os sete jogos restantes serão com Corinthians, Flamengo, Internacional e Paraná – todos no Rio – e como visitante com Chapecoense, Santos e Atlético Mineiro (última rodada).