Escolha uma Página

O BOTAFOGO ASSUMIU a liderança do Grupo A da Copa Sul-Americana, ao vencer o Cesar Vallejo por 3 x 2, na noite de ontem (25), no estádio Mansiche, da cidade peruana de Trujillo, a 500 km da capital Lima. Invictos, Botafogo e LDU têm 8 pontos e 5 gols de saldo, mas o Botafogo é 1º por ter marcado mais 2 gols (9 a 7). O Botafogo tem mais uma vitória (3 a 2) que a LDU. Dia 6 de junho, no estádio Nilton Santos, Botafogo e LDU decidem quem vai às oitavas de final.

BOTAFOGO COMPLICOU no 2º tempo uma vitória tranquila, após sair para o intervalo com 3 x 0, gols de Victor Sá aos 21, Adryelson, de cabeça, aos 31, e Gustavo Sauer, aos 37. O 1º gol do time peruano foi do atacante colombiano Yorleys Mena, de cabeça, aos 22, e o atacante peruano Osnar Noronha, marcou o 2º gol, o mais bonito da noite, no ângulo, aos 28. No último lance, aos 52 minutos, Mena quase empatou, ao acertar um chute forte na trave direita.

BOTAFOGO – Lucas Perri, Di Plácido, Adryelson(Sampaio), Victor Cuesta (Luis Segovia) e Marçal; Tchê Tchê (Raí), Marlon e Eduardo (Galvão); Gustavo Sauer (Junior Santos), Tiquinho Soares e Victor Cuesta, o Botafogo, líder invicto do Grupo A da Copa Sul-Americana, de volta domingo (28) à noite ao estádio Nilton Santos para defender a liderança da Série A do Campeonato Brasileiro no jogo da 8ª rodada do Campeonato Brasileiro com o América Mineiro.

                            BRAGANTINO LIDERA GRUPO DE GOLEADAS

O BRAGANTINO, do técnico português Pedro Caixinha, goleou o Oriente Petrolero por 4 x 0, na noite de ontem (25), no estádio Ramon Tahuichi Aguilera, em Santa Cruz de La Sierra, maior cidade da Bolívia, e é líder invicto do Grupo C, com 3 vitórias, 1 empate, saldo de 12 gols (13 a 1), segundo ataque mais positivo e segunda defesa menos vazada. No jogo de ida, em Bragança Paulista, o Bragantino já havia goleado o Oriente Petrolero, pior time do Grupo C, por 5 x 0.

O BRAGANTINO voltou a exercer amplo domínio na noite de ontem (25), e já saiu para o intervalo com 2 x 0, gols do atacante gaúcho Eduardo Sasha, de 31 anos, aos 21 minutos, e do atacante paulistano Bruninho, de 20 anos, entre os melhores das revelações mais recentes. No 2º tempo, o meia paulista Lucas Evangelista fez o 3º gol aos 23, e o atacante uruguaio Thiago Borbas, de 21 anos, fechou a goleada aos 37 minutos.

                             BRASILEIROS LIDERAM 5 DOS 8 GRUPOS

CINCO, DOS SETE BRASILEIROS, entre os 32 times da fase de grupos da Copa Sul-Americana de 2023 são líderes invictos, com destaque para o Fortaleza, único 100%, com 4 vitórias, ataque mais positivo com 15 gols e terceira defesa menos vazada, com 3 gols, depois do Goiás (2), e do São Paulo, único que ainda não sofreu gol. O técnico argentino Juan Pablo Vojvoda, ex-zagueiro de 48 anos, dirige o time tricampeão cearense desde 2021. O Fortaleza é líder do Grupo H.

O SÃO PAULO, do técnico paulista Dorival Junior, ex-volante de 61 anos, lidera o Grupo D com 10 pontos, 3 vitórias, 1 empate, seis gols marcados e único time da Copa Sul-Americana de 2023 ainda sem sofrer gol. O crédito cai na conta de Dorival Junior, de volta ao São Paulo depois de cinco anos (2017-2018), mantendo a equipe também invicta no Brasileiro, com três vitórias, três empates e tentando amanhã (27) a 5ª vitória consecutiva no Morumbi no jogo com o Goiás.

O GOIÁS, do técnico mineiro Emerson Ávila, de 55 anos, é um contraste: invicto e líder do G da Copa Sul-Americana com 8 pontos, 2 vitórias, 2 empates, 5 gols marcados e 2 sofridos, não consegue subir no Campeonato Brasileiro, 16º com 7 dos 21 pontos disputados, só 2 vitórias, 1 empate, 4 derrotas, saldo negativo de 7 gols (6 a 13). O gol do seu veterano lateral e meia Apodi, no 1 x 0 no Universitário do Peru, foi o mais bonito de todos os que vi na Sul-Americana.

O BRAGANTINO, do técnico português Pedro Caixinha, ex-goleiro de 52 anos, também surpreende com boa campanha na Sul-Americana, líder invicto do Grupo C, com 10 pontos, 3 vitórias, 1 empate, 13 gols marcados e só 1 gol sofrido, após os 4 x 0 da noite de ontem (25), no Oriente Petrolero. No Brasileiro, 12º com 10 pontos, 2 vitórias, 4 empates e a única derrota, em casa, para o Cruzeiro (3 x 0). Sem saldo, igual ao Grêmio, e com mais empates, igual ao Fortaleza.

O BOTAFOGO É O MELHOR nas duas frentes: líder invicto do Grupo A da Sul-Americana, líder da Série A do Brasileiro, com campanhas que não deixam de surpreender, depois do que não fez no Carioca. Está perto da única vaga nas oitavas, que decidirá em casa com a LDU, mas precisa evitar certos vacilos, como os da noite de ontem (25), em que sofreu dois gols de um time bem modesto, como o da Universidade Cesar Vallejo, que não vai além de esforçado.

VÃO MAL, BEM MAL na Sul-Americana, Santos, 3º do Grupo E, e América Mineiro, 3º do Grupo F, que também decepciona como penúltimo do Brasileiro. O Santos tem menos 8 pontos do que o líder argentino Newell’s Old Boys, e o América, menos 6 pontos do que o líder colombiano Millonarios.

Fotos: Lance! e Superesportes