Embora duas vezes em vantagem, o Botafogo só conseguiu o empate (3 x 3) com o Cruzeiro, na tarde deste sábado (10), no estádio Nilton Santos, nos acréscimos do segundo tempo, quando Chay, melhor jogador da Portuguesa no Carioca 2021, completou o primeiro hat-trick de sua carreira. Ele havia feito o gol do primeiro tempo e recolocado o Botafogo em vantagem (2 x 1), mas Marcelo Moreno virou com dois gols (3 x 2), tornando-se o principal goleador estrangeiro do Cruzeiro, e só nos acréscimos, Chay evitou que a primeira derrota como mandante.

BOTAFOGO 3 x 3 CRUZEIRO melhorou quando os times voltaram do intervalo, depois de um primeiro tempo em que o gol de Chay, aos 8 minutos, salvou a metade do jogo. O zagueiro Gilvan fez gol contra aos 9, mas Chay recolocou o Botafogo em vantagem aos 15. O boliviano Marcelo Moreno, de 34 anos, que substituiu Rafael Sobis no intervalo, fez a virada aos 21 e aos 24, gols que o levaram a ser o maior artilheiro estrangeiro do Cruzeiro com 51 gols, superando o uruguaio Arrascaeta, que marcou 50 em 188 jogos, de 2015 a 2018, antes de sair em 2019 para o Flamengo.

DIEGO LOUREIRO, Daniel Borges (Rafael Carioca), Kanu, Gilvan e Guilherme Santos (Warley); Barreto (Mateus Frizzo), Pedro Castro e Diego Gonçalves; Felipe Ferreira (Marco Antonio), Rafael Navarro (Rafael Moura) e Chay – o Botafogo sofreu gol em casa pela primeira vez, depois de 2 x 0 no Coritiba, 3 x 0 no Remo e 1 x 0 no Vitória. O próximo jogo será sábado (17) com o Brusque, em Santa Catarina. 

DÉCIMO LUGAR – O Botafogo subiu duas posições e está em décimo lugar com 13 pontos em 10 jogos, com 3 vitórias, 4 empates, 3 derrotas, saldo de 1 gol (15 a 14). Bom dizer: o Botafogo tem um jogo atrasado, em casa, com o CSA pela sexta rodada. O Cruzeiro completou cinco jogos sem vencer, mas com o empate Confiança 1 x 1 Vitória, no último jogo deste sábado (10), manteve o décimo terceiro lugar com 11 pontos em 11 jogos.

Foto: Vitor Silva / Botafogo