Escolha uma Página

COM ATUAÇÃO VERGONHOSA, O BOTAFOGO foi derrotado por 5 x 3, na noite deste último domingo (27) de fevereiro, no estádio Luso-Brasileiro, na Ilha do Governador, na Zona Norte do Rio, no jogo com mais gols do Campeonato Carioca de 2022, em que a Portuguesa subiu três posições e terminou a 9ª rodada em 5º lugar com 11 pontos. Com a 3ª derrota em 9 jogos, o Botafogo continua em 4º com 16 pontos.

O BOTAFOGO ESTEVE SEMPRE EM DESVANTAGEM e sofreu o primeiro gol logo aos 2 minutos, marcado contra pelo zagueiro argentino Joel Carli, ao desviar cruzamento do lateral Watson, fez 2 x 0 aos 41, após driblar o lateral Vítor Marinho, que ficou caído. O Botafogo reagiu e empatou em três minutos, com Erison aos 43, após cruzamento de Kayque, e Mateus Nascimento, aos 46, após rebote do goleiro.

NO 1º MINUTO DA VOLTA DO INTERVALO, a Portuguesa fez 3 x 2 com Bruno Santos, de cabeça, depois da saída errada de Gatito no cruzamento de Sanchez. Miller ampliou para 4 x 2 aos 25 e João Paulo para 5 x 2 aos 38, com assistência de Joazi. Aos 45, com chute forte, Mateus Nascimento fez o 3º gol e passou a dividir a vice-artilharia com mais seis com três gols: Cano, Pedro, Arrascaeta, Erison, Pipico, Pedrinho e Bruno Santos.

SOBRARAM 1.687 INGRESSOS dos 3.300 colocados à venda. Renda: R$39.600,00. 1.613 pagantes. Diego Lourenço, de 39 anos, árbitro revelado na Taça das Favelas e também conhecido pelo apelido de Dançarino, teve boa atuação em Portuguesa 5 x 3 Botafogo. Aplicou bem o cartão amarelo em Sanchez, Netinho, Jonatan e João Paulo, e no meia Ronald, do Botafogo.

O ZAGUEIRO JOEL CARLI, de 35 anos, no clube desde 2016, autor do gol do título carioca de 2018, completará 180 jogos com a camisa do Botafogo, 2ª feira, 7 de março, no jogo com o Volta Redonda, no estádio Nilton Santos. Carli se igualará ao atacante Rodolfo Fischer, também argentino, como os que mais vestiram a camisa alvinegra. Fischer jogou no Botafogo de 1972 a 1976.

PORTUGUESA – Carlão, Watson (João Paulo, 29 do 2º tempo), Marcão, Leandro Amaro e Sanchez; Netinho (Patrick, 14 do 2º tempo), Jonatan e Cafu (Miller, intervalo); Romarinho (Joazi, 29 do 2º tempo), Bruno Santos (Junior Pirambu, 19 do 2º tempo) e Rafael. Técnico – Marcus Grippi. Após 1 x 0 no Bangu, dia 6, a Portuguesa ficou quatro jogos sem vencer e saiu do saldo negativo de 2 gols para zerar (10 a 10).

BOTAFOGO – Gatito Fernandez, Daniel Borges, Joel Carli, Kanu e Vítor Marinho (Jefinho, 20 do 2º tempo); Fabinho (João Victor, intervalo), Kayque (Breno, 26 do 2º tempo) e Ronald (Erison, 21 do 1º tempo); Chay, Mateus Nascimento e Raí. Técnico interino – Lúcio Flávio. Terceira derrota do Botafogo, 2ª consecutiva, após 3 x 1 para o Flamengo. É bom que Mr.John Textor não demore a contratar os reforços.

123 GOLS EM 53 JOGOS – Portuguesa 5 x 3 Botafogo, jogo com mais gols em nove rodadas, aumentou para 2,32 gols por jogo a média do Campeonato Carioca de 2022, com 123 gols em 53 jogos, faltando Volta Redonda x Resende, da 5ª rodada, reprogramado para a próxima 4ª feira, 2 de março. Flamengo (19) e Botafogo (17), ataques mais positivos. Fluminense defesa menos vazada (2 gols em 9 jogos).

SEIS DAS DOZE EQUIPES da Taça Guanabara estão com saldo negativo de gol e a pior é a do Nova Iguaçu, com 8 gols. Raniel e Nenê (Vasco), Mateus Nascimento (Botafogo) e Gabriel (Flamengo) dividem a artilharia com 5 gols. Com a perda de sete pontos pela inscrição irregular de um jogador, o Boavista de Saquarema caiu para o último lugar, ameaçado do rebaixamento à Série B em 2023.

Foto: FogãoNet