Escolha uma Página

DEPOIS DE UMA VIRADA em dois minutos, o Botafogo cedeu o empate ao Bragantino (2 x 2) nos acréscimos e perdeu a liderança do Campeonato Brasileiro, que manteve durante 31 rodadas, na tarde deste domingo (12), no Estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista, a 90 km de São Paulo. Foi o último jogo do técnico interino Lucio Flavio, com a chegada de Thiago Nunes, que será apresentado 4ª feira (15), dirigirá o time nos cinco jogos restantes e na campanha de 2024.

2 x 2 COM O BRAGANTINO foi o sexto jogo sem vitória do Botafogo, que levou duas viradas, sofrendo quatro gols em duas derrotas com o mando de campo, 4 x 3 para o Palmeiras, no Estádio Nilton Santos, e 4 x 3 para o Grêmio, em São Januário. Nas outras duas derrotas, não fez gol: 1 x 0 para o Cuiabá e 1 x 0 para o Vasco. O Botafogo também deixou de ter o artilheiro do Brasileiro, Tiquinho Soares, ultrapassado em um gol (17 a 16) por Paulinho, do Atlético Mineiro.

O BRAGANTINO abriu o placar logo aos 3 minutos, com o gol de Thiago Borbas, atacante uruguaio de 21′ anos, comprado do River Plate, do Uruguai, em novembro de 2022 e com contrato até dezembro de 2027. O Botafogo reagiu, mas só conseguiu a virada aos 35, com o gol de Victor Sá, de fora da área, e de Eduardo, aos 37, na pequena área, aproveitando a rebatida fraca do zagueiro Realpe. A vantagem foi mantida até o fim do 1º tempo, mesmo com 10 minutos de acréscimos.

O BOTAFOGO RECUOU muito na volta do intervalo, limitando-se aos contra-ataques. O técnico português Pedro Caixinha não demorou para utilizar as cinco substituições, tornando o time mais ofensivo, mas o empate só foi alcançado aos 51, nos 13 minutos de acréscimos. Luan Cândido fez o cruzamento da direita e Thiago Borbas se antecipou à marcação de Adryelson para desviar de cabeça, sem chance de defesa para o goleiro.

O BOTAFOGO do sexto jogo consecutivo sem vitória: Lucas Perri, Di Placido, Adryelson, Victor Cuesta e Marçal; Marlon, Tchê Tchê (Diego Hernandez) e Eduardo (Gabriel Pires); Junior Santos (Danilo), Tiquinho Soares (Diego Costa( e Victor Sá (Hugo). Vice-líder, 60 pontos, 18 vitórias, 6 empates, 9 derrotas, saldo de 23 gols (53 a 30), o Botafogo será visitante com o Fortaleza, Coritiba e Internacional (última rodada), e mandante com Santos e Cruzeiro.

O PALMEIRAS ultrapassou o Botafogo por dois pontos e assumiu a liderança com 62, ambos com 18 vitórias, o Palmeiras com 8 empates e 8 derrotas, saldo de 26 gols (56 a 30), e o Botafogo com 6 empates, 9 derrotas, saldo de 23 gols (53 a 30). Terceiro com 59 pontos e também com 18 vitórias, ataque mais positivo (57) e saldo de 7 gols, o Grêmio perdeu a chance de empatar em pontos com o líder Palmeiras, ao ser derrotado na Arena Grêmio pelo Corinthians por 1 x 0.

O BRAGANTINO, 2º com mais empates (11), mas o que menos perdeu (6), entre os 10 primeiros, manteve o 4º lugar, igual em pontos (59) ao Grêmio, que o supera por duas vitórias (18 a 16), no primeiro item de desempate. Os dois próximos jogos do Bragantino serão fora de casa com Flamengo (23) e Internacional (26); os dois seguintes, em casa, com Fortaleza e Coritiba, e na última rodada, dia 6 de dezembro, com o Vasco, em São Januário.

O NOVO TÉCNICO DO BOTAFOGO, Thiago Nunes, gaúcho de 43 anos, foi campeão paranaense e da Copa Sul-Americana em 2018, e campeão da Copa do Brasil em 2019, no Athletico Paranaense; no Grêmio, campeão gaúcho e da Recopa Gaúcha em 2021. No Ceará, ficou de agosto de 2021 a março de 2022, demitido após a eliminação da Copa do Nordeste. Para assumir o Botafogo, pediu demissão do Sporting Cristal, do Peru, após 22 vitórias, 18 empates, 7 derrotas. Foi do Corinthians entre 2019 e 2020.

CUIABÁ QUER VAGA NA LIBERTADORES

QUASE GARANTIDO na Copa Sul-Americana, o Cuiabá sonha mais alto, com a primeira vaga na Libertadores, em 2024, depois de ultrapassar Corinthians e São Paulo, e de terminar a 34ª rodada em 9º, com 47 pontos, igual ao Fluminense, 8º com 47, ao vencer o Fortaleza por 2 x 1, neste domingo (12), na Arena Pantanal. Deyverson, de cabeça, e Isidro Pitta, de pênalti, fizeram os gols, e Pikachu marcou o do Fortaleza.

O CUIABÁ, do técnico português Antonio Oliveira, terá mais quatro jogos alternados: dia 26 com o São Paulo, no Morumbi; dia 29 com o Internacional, na Arena Pantanal; dia 2 de dezembro com o Flamengo, no Maracanã, e dia 6, na Arena Pantanal, com o Athletico Paranaense. Bom dizer: o Cuiabá Esporte Clube recolocou o futebol do Mato Grosso na Série A depois de 35 anos e nunca foi rebaixado.

Fotos: UOL e No Ataque