Se conseguir a quarta vitória em seu estádio Nilton Santos, onde fará com o Grêmio o primeiro jogo da nona rodada, às 7 e 15 da noite de hoje (12), o Botafogo somará 18 pontos e pode chegar à vice-liderança, se o Santos, com 17, não ganhar do Corinthians na Vila Belmiro, e o Atlético, com 15 pontos, não vencer o São Paulo, em Belo Horizonte. O Botafogo faz o melhor começo de sua campanha desde que o Campeonato Brasileiro passou a ser disputado por pontos corridos em 2003.

RETROSPECTO – O Botafogo se apoia no bom retrospecto em seu estádio, com 3 x 2 sobre o Bahia e 1 x 0 no Fortaleza e no Vasco. A única derrota em que teve o mando de campo foi em Brasília – 1 x 0 para o Palmeiras -, mas o resultado não foi homologado e depende do julgamento da próxima terça (18). Depois de começar mal o ano, sem entrar nas finais do Campeonato Carioca e eliminado da Copa do Brasil, o time teve ascensão excepcional desde que o técnico Eduardo Barroca, de 37 anos, assumiu.

TIME MANTIDO – A motivação aumentou ainda mais depois da primeira vitória de virada (2 x 1), nos minutos finais do jogo com o CSA. Sem problema de contusão, o time será mantido: Diego Cavalieri, Fernando, Joel Carli, Gabriel e Gilson; Alex Santana, João Paulo, Cicero e Luis Fernando; Erik e Diego Souza. O técnico Eduardo Barroca terá menos uma opção ofensiva, devido ao acúmulo de cartões do atacante Rodrigo Pimpão. 

GANHOU FÔLEGO – Depois de oito rodadas, o Grêmio conseguiu sair da zona de rebaixamento, mas continua com saldo devedor de gols (9 a 11). O campeão gaúcho soma 8 pontos – 2 vitórias, 2 empates, 4 derrotas – e ainda não ganhou como visitante: 1 x 1 com o Avaí; 0 x 0 com o Corinthians; 1 x 2 com o Ceará e 0 x 1 com o Bahia. Será o Botafogo x Grêmio 59 do Brasileirão, com 22 vitórias do Grêmio, 19 do Botafogo. O paulista Marcelo Aparecido de Souza, que atua pela Federação Paraibana, será o árbitro.

Foto: Lance