Escolha uma Página

O ATACANTE Luiz Henrique pode estrear com a camisa do Botafogo no decorrer do clássico com o Flamengo, pela 7ª rodada do Campeonato Carioca, na noite de amanhã (7), no Maracanã. No último jogo pelo Betis, ele deu assistência para o espanhol Sergi Altimira, de 22 anos, marcar o gol da vitória sobre o Mallorca (1 x 0), pela 22ª rodada do Campeonato Espanhol, no sábado, 27 de janeiro, em Mallorca.

APRESENTADO nesta 3ª feira (6), ao lado da família, no estádio Nilton Santos, Luiz Henrique chorou ao lembrar das necessidades porque passou na origem humilde, e disse que quer estrear amanhã (7): “A expectativa é grande, e a motivação ainda maior, pelo primeiro aniversário da minha filha (Anallu)”.

COM A FILHA NO COLO, Luiz Henrique também apresentou Juraci, de 76 anos, avó de sua esposa Carolina, e a mãe Luciele: “Só falta o “Messi”, brincou, referindo-se ao cachorro de cinco anos, em homenagem ao ídolo e sua fonte de inspiração. Luiz Henrique, de 23 anos, nasceu na cidade serrana de Petrópolis, em 2 de janeiro de 2001.

POUCOS SABEM, mas queria ser lutador de judô, antes de chegar à escolinha de Xerém. Estreou no Fluminense, 1 x 1 com o Palmeiras, em 13/8/2020, no Maracanã. Saiu depois de 120 jogos, titular em 82, 14 gols, 14 assistências, entre 2020 e 2022, comprado pelo Betis por 8 milhões de euros (R$44 milhões).

NA 1ª TEMPORADA na Espanha, em 2022-23, fez 3 gols e deu 7 assistências, titular em 27 dos 43 jogos. Em 2023-24, apenas 1 gol e duas assistências, titular em 8 dos 17 jogos, tornando-se negociável, embora o técnico chileno Manuel Pellegrini, ex-zagueiro de 70 anos, não quisesse sua saída.

O ÚLTIMO JOGO de Luiz Henrique no Brasil, após 10 anos no Fluminense, foi o 1 x 0, gol do zagueiro Manoel, sobre o Botafogo, pelo Brasileiro, no estádio Nilton Santos, domingo, 26 de junho de 2022. No final, carregado em triunfo pelos companheiros. Agora, Luiz Henrique revela que prefere usar roupas com as cores do Botafogo.

COM O PRIMEIRO SALÁRIO como profissional do Fluminense, fez compras em supermercado para a mãe (Luciele), já viúva do pai (Luis Carlos). Luiz Henrique deixou a comunidade e alugou uma casa confortável para a mãe e os cinco irmãos, mais perto do centro de Petrópolis.

SOBRE A FUTURA POSSÍVEL ida para o Lyon, clube francês da mesma empresa do dono do futebol do Botafogo, Luiz Henrique foi objetivo: “Não estou pensando nisso. Agora só estou pensando no Botafogo, com o desejo de ajudar muito o clube, que merece estar sempre no alto, ganhando jogos e títulos”.

DEPOIS DE LUIZ HENRIQUE, comprado do Betis por R$107 milhões, completam a lista dos cinco mais caros, todos do Flamengo: Gerson, R$92 milhões; Arrascaeta, R$89 milhões (8/1/2019); Pedro, R$88 milhões, e Gabriel, R$78 milhões (27/1/2020, em definitivo).

O BOTAFOGO para o primeiro clássico de 2024, na noite de amanhã (7), no Maracanã: Gatito, Tchê Tchê, Halter, Bastos e Hugo; Danilo, Marlon e Eduardo; Junior Santos, Tiquinho e Victor Sá. O time do técnico Tiago Nunes é vice-líder com 11 pontos, 3 vitórias, 2 empates, 1 derrota, saldo de 4 gols (8 a 4).

O FLAMENGO, após 0 x 0 e pênalti não aproveitado no primeiro clássico com o Vasco, anunciado com Rossi, Varela, Fabricio Bruno, Leo Pereira e Ayrton Lucas; Erick, Gerson, De La Cruz e Arrascaeta; Pedro e Cebolinha. O time do técnico Tite, é 6º com 9 pontos, 2 vitórias, 3 empates, saldo de 6 gols (7 a 1). Sábado (10), Flamengo x Volta Redonda completa a 3ª rodada, no Maracanã.

O CONFRONTO começou com vantagem do Flamengo, que derrotou o Botafogo por 102 x 78, na noite de hoje (6), no ginásio Oscar Zelaya, na Rua General Severiano, pelo NBB. O armador norte-americano Oscar Scott, de 33 anos, 1,85m, do Flamengo, com um duplo-duplo, foi o cestinha com 24 pontos e 10 rebotes. O maior pontuador do Botafogo, que sofreu a 17ª derrota, foi Santiago, com 16.

Foto: Divulgação e FogãoNet, Lucas Merçon Fluminense e NurPhoto/Getty Images