Escolha uma Página

Depois do 1 x 1 da tarde desta terça (2), no Allianz Parque, em São Paulo, com o Palmeiras, que só escalou um titular, o goleiro Weverton, o Botafogo será rebaixado, com três rodadas de antecedência, se perder na próxima sexta (5) para o Sport, no estádio Nilton Santos. O time completou sete jogos sem vencer, continua em último com 24 pontos, só 4 vitórias em 33 jogos e saldo negativo de 16 gols (28 a 52). É iminente o terceiro rebaixamento, depois de seis anos (2002 e 2014).

ALÉM DO JOGO de sexta (5) com o Sport, que se vencer não só rebaixa o Botafogo, mas ultrapassa o Vasco, desde que o Vasco não ganhe quinta (4) do Flamengo, o Botafogo só terá mais dois jogos em casa, com o Grêmio e o São Paulo, e mais dois como visitante, com o Goiás e o Ceará, na última rodada. O Botafogo está quatro pontos atrás do Coritiba, penúltimo com 28 e mais duas vitórias (6 a 4), e a onze pontos do Fortaleza, décimo sétimo com 35 pontos e 8 vitórias.

PRIMEIRO GOL – O Palmeiras fez 1 x 0 aos 16 minutos, com o gol de cabeça do zagueiro Emerson Santos, após escanteio de Gustavo Scarpa. Natural de Itaboraí, região metropolitana do Rio, Emerson Santos foi revelado no Botafogo, campeão carioca sub-20 em 2014, e campeão brasileiro da Série B em 2015. Campeão paulista e da Libertadores em 2020, marcou o primeiro gol em 21 jogos pelo Palmeiras, que defende desde 2018. É um dos 28 que estarão no Catar para o Mundial de clubes.

DE FORA DA ÁREA – O Botafogo empatou aos 16 do segundo tempo, com o belo gol de fora da área de Rafael Navarro no ângulo esquerdo. Natural de Cabo Frio, a 155 km do Rio, ele marcou o primeiro gol como profissional em dez jogos com a camisa do Botafogo e será figura importante na reformulação do elenco, que continuará dirigido pelo técnico carioca Eduardo Barroca, de 38 anos. Rafael Navarro acredita que o atacante brasileiro chuta pouco de meia distância por ter medo de errar.

QUATRO SEM VENCER – A caminho do Catar para o Mundial de clubes, com estreia domingo (7), com Tigres do México ou Ulsan da Coreia do Sul, o Palmeiras completou quatro jogos sem vencer: 1 x 2 Ceará, 0 x 2 Flamengo e 1 x 1 Grêmio, placar que repetiu com o Botafogo. O Palmeiras terminou a rodada em sexto, com 53 pontos, igual ao Fluminense, mas com menos uma vitória (14 a 15), e só volta ao Brasileiro dia 17 no clássico com o Corinthians.

BOTAFOGO – Diego Cavalieri, Kevin, Sousa, Kanu e Forster (Hugo); Zé Welison, Romildo (Luis Otávio) e Caio Alexandre; Cesinha (Caíque), Mateus Nascimento (Davi Araújo) e Rafael Navarro (Kalou). O 1 x 1 com o Palmeiras interrompeu a série de seis derrotas consecutivas do Botafogo, último colocado com 24 pontos em 33 jogos – 4 vitórias, 17 derrotas, 12 empates, saldo negativo de 16 gols (28 a 52) -, em seu primeiro empate no returno como visitante. Sexto empate do Palmeiras em casa.

TRÊS CARTÕES – Palmeiras 1 x 1 Botafogo teve atuação segura do árbitro Felipe Fernandes Lima, da Federação Mineira, que marcou 26 faltas, 16 do Palmeiras, e aplicou três cartões amarelos: Zé Welison, único advertido do Botafogo, por um carrinho em Mayke, e Breno Lopes, por falta dura em Hugo, e Alan Empereuer, por falta em Rafael Navarro. O Botafogo não vence desde os 2 x 1 no Coritiba, dia 19 de novembro, em Curitiba. Desde então, seis derrotas consecutivas e o empate com o Palmeiras.

Foto: SRzd