AO VISITAR O BRAGANTINO, na noite de hoje (4), no estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista, a 90 km da capital de São Paulo, o Botafogo precisa iniciar a reação, mesmo que só possa subir uma posição. 10º com 18 pontos, o Botafogo, vencendo, tira o Santos, com 19, do 9º lugar. Já o Bragantino, 14º com 18 pontos, sobe pelo menos cinco posições, ultrapassando Coritiba, América Mineiro, Ceará, Avaí e o próprio Botafogo.

PARA O BOTAFOGO, vencer não representa apenas mais três pontos, que o fará subir só um degrau, mas a  vitória é o primeiro item de desempate. O Botafogo acumula mais derrotas (6) que vitórias (5), e seu desempenho como visitante se resume em 3 x 1 no Ceará, 1 x 0 no Flamengo e na virada heroica sobre o Internacional por 3 x 2, além de dois empates.

O BRAGANTINO faz campanha irregular, abaixo da que realizou em 2021, mas agora pode iniciar a reação, concentrado só no Campeonato Brasileiro, depois de eliminado da Copa do Brasil e da Libertadores. A motivação para o jogo com o Botafogo aumenta porque o time volta a jogar em casa, depois de 2 x 2 com o Santos e de perder para o Internacional por 4 x 2.

O BOTAFOGO ESTÁ HÁ DOIS JOGOS sem fazer gol, depois de perder em casa para o Fluminense por 1 x 0 e ao visitar o América Mineiro, que praticamente o eliminou da Copa do Brasil com 3 x 0 em Belo Horizonte, a menos que haja milagre no jogo de volta. Os problemas médicos e disciplinares, com expulsões e acúmulo de cartões, têm contribuído para piorar a situação da equipe, bem carente de valores.

SERÁ O 20º CONFRONTO DOS TIMES, 15º do Campeonato Brasileiro, com 6 empates, 6 vitórias do Bragantino e duas vitórias do Botafogo, que perdeu o último por 2 x 1, em 16 de novembro de 2020. Em Bragança Paulista, o 8º jogo, com 4 empates, duas vitórias do Bragantino e uma vitória do Botafogo. O catarinense Ramon Abatti Abel será o árbitro da noite de hoje (4), no estádio Nabi Abi Chedid, patrono do clube.

Foto: Esporte News Mundo