Depois de quatro jogos sem vencer, o Botafogo subiu duas posições e terminou a décima terceira rodada em oitavo lugar com 19 pontos – 6 vitórias, 1 empate, 6 derrotas, 12 gols gols marcados e 12 gols sofridos -, com os 2 x 0 deste domingo (4) sobre o Avaí – último colocado e único sem vitória -, no estádio da Ressacada, em Florianópolis. O Botafogo já saiu para o intervalo com 1 x 0, nono gol do ano do meia Alex Santana, de fora da área, com chute rasteiro no canto, aos 19 minutos.

SEM SUSTO – O Avaí fez pressão no início, mas sem poder de finalização e o Botafogo chegou ao gol após equilibrar e passar a dominar, sem susto, o que continuou até o final. O gol do zagueiro Marcelo, de cabeça, logo aos cinco do segundo tempo, após a falta de Marcinho, aumentou a segurança do time, terceiro a fazer dois gols na casa do Avaí, último com 5 empates e 8 derrotas, 5 gols marcados e 18 gols sofridos. Desde que o campeonato passou a ser por pontos corridos, em 2003, é o pior início de um time.

SEGUNDA FORA – Foi apenas a segunda vitória do Botafogo fora do Rio, depois de sua única virada (2 x 1) no CSA, em Maceió, na oitava rodada, em 9 de junho. Após a eliminação da Copa do Brasil e da Sul-Americana, agora o Botafogo se volta com tudo para o Brasileirão. O próximo jogo será domingo (11), às 16 horas, no estádio Nilton Santos, com o Atlético Paranaense, campeão da Sul-Americana 2018, que vai escalar reservas, porque o time titular está em Tóquio para o jogo de quarta (7) com o Shanon Belmare, campeão da Liga Japonesa.

BOTAFOGO – Gatito, Marcinho, Marcelo, Gabriel e Gilson; Cicero, Alex Santana e João Paulo; Luis Fernando (Jean, 34 do segundo tempo), Diego Souza (Victor Rangel, 21 do segundo tempo) e Pimpão (Fernando, 37 do segundo tempo). Técnico – Eduardo Barroca. Nas últimas seis rodadas do primeiro turno, o Botafogo jogará em casa com Atlético Paranaense, Chapecoense e Atlético Mineiro, e será visitante nos jogos com o Corinthians, Internacional e Ceará.

AVAÍ – Vladimir, Leo, Betão, Marquinhos Silva e Igor Fernandes; Richard Franco (André Moritz, 7 do segundo tempo), Pedro Castro Luan Pereira, 30 do segundo tempo) e João Paulo; Lourenço, Bruno Savio (Brenner, intervalo) e Gustavo Ferrareis. Técnico – Alberto Valentim. Nas últimas seis rodadas do primeiro turno, o Avaí jogará em casa com o Cruzeiro, no próximo domingo (11), com o Corinthians e o Flamengo. Será visitante nos jogos com Chapecoense, Fluminense e Atlético Paranaense. 

EXPULSÃO – O árbitro Vinícius Furlan, da Federação Paulista, teve boa atuação. O único do Botafogo advertido com cartão amarelo foi o zagueiro Gabriel, por falta em Lourenço, aos 16 do segundo tempo. O lateral Igor Fernandes, do Avaí, recebeu cartão aos 20, por falta em João Paulo. Aos 42, por insistir em reclamação, João Paulo, meia do Avaí, também foi advertido com amarelo. O apoiador André Moritz, do Avaí, foi bem expulso aos 36 do segundo tempo, por falta grosseira em Pimpão.

Foto: Pedro Martins/Azeite Royal