Não são poucos os objetivos do Botafogo no jogo em que abre com o Corinthians, na tarde deste sábado (17) a décima quinta rodada do Brasileirão 2019. O mais importante é a primeira vitória sobre o tricampeão paulista na Arena Corinthians, onde acumula quatro empates e uma derrota. Por extensão, no jogo chamado jogo de seis pontos, a vitória valerá ao Botafogo, sétimo com 22, tomar o sexto lugar do Corinthians, com 24, e deixar o adversário com menos duas vitórias. O Botafogo pode até mesmo, se vencer, subir ao quinto lugar, se o São Paulo, com 24, não ganhar amanhã (17) do Ceará, no Morumbi.

TERCEIRA – Outro objetivo do Botafogo é o de conseguir, pela primeira vez no atual campeonato, a terceira vitória consecutiva, depois de 2 x 0 no Avaí e 2 x 1 no Atlético Paranaense. O técnico Eduardo Barroca resume: “Faltam cinco jogos para o fim do turno e queremos mais 15 pontos para terminarmos com 37.

“DESFALQUES – Os alvinegros terão desfalques. O Botafogo sem os meias João Paulo, suspenso, e Alex Santana, contundido, e o zagueiro argentino Joel Carli, que será poupado. O Corinthians sem o goleiro Cassio e o lateral Avelar, suspensos, mas com Fagner, convocado ontem (16) para a seleção, mais motivado ao completar 140 jogos.

SEM GATITO – O Botafogo já sabe que na décima oitava rodada não terá Gatito no jogo com o Atlético, dia 8 de setembro, no estádio Nilton Santos. O goleiro foi convocado ontem (16) pelo argentino Eduardo Berizzo, técnico do Paraguai, para os amistosos com o Japão, dia 5, em Kashima, e com a Jordânia, dia 10, em Aman. 

O BOTAFOGO não perdeu, mas foi o primeiro a sofrer gol na Arena Corinthians, no 1 x 1 de 1 de junho de 2014 pelo Campeonato Brasileiro. O meia Jadson fez o gol do Corinthians e o lateral Edilson, hoje no Cruzeiro, empatou. O técnico Eduardo Barroca jogará pela primeira vez contra o Corinthians, desde que foi liberado do sub-20 para assumir o Botafogo.

Foto: Diário do Rio