Escolha uma Página

O BOTAFOGO ESTREIA nesta 5ª feira (2) na Copa do Brasil, participando pela 31ª vez e tentando o título inédito, 24 anos depois de ter perdido a única final para o Juventude, em 1999, com a derrota por 2 x 1 em Caxias do Sul, e 0 x 0, diante de mais de 100 mil torcedores no Maracanã, onde só precisava vencer por 1 x 0.

O BOTAFOGO TEM 100% de aproveitamento nos jogos com o Sergipe, quatro do Campeonato Brasileiro e dois da Copa do Brasil, em que voltarão a se enfrentar 22 anos depois. Em 2001, o Botafogo venceu por 2 x 1 no Rio e 3 x 2 em Aracaju, onde aplicou a maior goleada no Sergipe, no Campeonato Brasileiro de 1983, por 6 x 2.

O BOTAFOGO tem a vantagem do empate no jogo desta 5ª feira (2), no estádio Lourival Batista, em Aracaju, para disputar a próxima fase da Copa do Brasil com o Brasiliense. O time do Distrito Federal eliminou na noite desta 4ª feira (1) o Athletic Club-MG, no estádio Joaquim Portugal, em São João del-Rei, por jogar pelo empate. O jogo foi 1 x 1.

O BOTAFOGO não tem tido boa participação na Copa do Brasil. Em quatro, das últimas cinco, sequer conseguiu chegar às oitavas de final. O Club Sportivo Sergipe, atual bicampeão e recordista de títulos estaduais (34), sofreu a maior goleada da Copa do Brasil de 2022, em Aracaju, para o Cruzeiro (5 x 0).

O TÉCNICO LUIS CASTRO não anunciou a escalação, mas poderá contar com o lateral Rafael, o zagueiro Adryelson e o atacante Tiquinho Soares, que estão sob ameaça de suspensão no Carioca. Soares será julgado 2ª feira (6) por ofensa e agressão ao árbitro, e sua suspensão preventiva por 30 dias foi confirmada na noite desta 4ª feira (1) pela presidente do TJD, doutora Renata Mansur.

O ATACANTE Tiquinho Soares ofendeu e agrediuo árbitro Tarciso Pinheiro, que o expulsou no jogo com o Flamengo. O lateral Rafael, que deu soco no meia Rodrigo, do Vasco, pode também ser punido com o mínimo de quatro e o máximo de doze jogos. O zagueiro Adryelson, por falta desleal, pode ser suspenso por até três jogos.

SERGIPE x BOTAFOGO será apitado pelo catarinense Braulio da Silva Machado, de 43 anos, desde 2012 na CBF e 2019 na Fifa. Na decisão do Catarinense de 2018, Chapecoense 0 x 2 Figueirense, fol o primeiro árbitro com auxílio do VAR, como na primeira competição nacional, Santos 2 x 1 Cruzeiro, nas oitavas da Copa do Brasil.

NA TAÇA GUANABARA, o Botafogo, 5º, disputa com o Volta Redonda, 4º, a última vaga nas semifinais. Ambos têm 16 pontos, 5 vitórias, 1 empate, 3 derrotas, saldo de 6 gols, mas o Volta Redonda marcou mais gols (18 a 11). Os dois últimos jogos do Botafogo serão com Resende e Portuguesa, e os do Volta Redonda com Madureira e Boavista.

Foto: Audiência Carioca