Com sete vitórias sem sofrer gol nos nove jogos em casa, mas com apenas uma vitória em dez jogos como visitante, o Botafogo terminou o turno do Campeonato Brasileiro da Série B em oitavo lugar, com 29 pontos, após o 1 x 1 da noite de ontem (18) com o Guarani, no estádio Brinco de Ouro, em Campinas. Foi o melhor mandante – 7 vitórias, 1 empate, 1 derrota, 16 gols a favor, 5 contra -, e o pior visitante – 1 vitória, 4 empates, 5 derrotas, 9 gols marcados, 15 sofridos.

EM VANTAGEM  – Em jogo lento no primeiro tempo, o Botafogo conseguiu a vantagem aos 25 minutos, com o gol de Rafael Navarro, que voltou a marcar depois de nove jogos. Após rebote do goleiro, a bola resvalou no braço dele, antes que finalizasse. Na volta do intervalo, o Guarani empatou logo aos 3 minutos, com o primeiro gol  do meia Andrigo, completando de cabeça o cruzamento do lateral Diogo Mateus. 

EM TERCEIRO – O ataque do Guarani, sexto com 30 pontos, foi o mais eficiente do turno, com 29 gols, só mais 1 gol que o do CRB, terceiro com 31 pontos; o do Botafogo ficou em terceiro, com 25, e só não fez gol no jogo que perdeu em casa para o Goiás (2 x 0), e como visitante, nas derrotas para o Sampaio Corrêa (2 x 0) e o Operário (1). Desde que Enderson Moreira assumiu, o Botafogo foi o que mais ganhou pontos, 16 em 7 jogos (5 vitórias, 1 derrota, 1 empate).

JOGO INÉDITO – Pela primeira vez, Guarani e Botafogo se enfrentaram na Série B. No total, foi o trigésimo segundo confronto, com vantagem de uma vitória do Botafogo (11 a 10), e 11 empates, com o 1 x 1 da noite de ontem (18). O último jogo, quarta-feira, 4 de abril de 2012, no mesmo estádio, foi pela Copa do Brasil e o Botafogo venceu por 2 x 1. Na abertura do returno, o Botafogo jogará domingo (25), no estádio Nilton Santos, com o Vila Nova (no turno, 1 x 1).

BOM RETORNO – Primeiro do elenco do Botafogo a ser vacinado com a segunda dose do imunizante contra a Covid-19, Rafael Moura teve bom retorno, embora só participando dos minutos finais, ao substituir Rafael Navarro aos 34. Time: Diego Loureiro, Daniel Borges, Kanu, Gilvan e Hugo; Oyama, fora do próximo jogo pelo terceiro cartão amarelo, Barreto (Pedro Castro) e Chay (Enio); Marco Antonio (Warley), Diego Gonçalves (Frizzo) e Rafael Navarro (Rafael Moura).

VAR DE VOLTA – O turno só termina hoje (19) com Brasil x CSA e Brusque x Goiás, mas o returno já começa amanhã (20) e logo com o confronto do líder Coritiba, com 36 pontos, com o vice-líder Avaí, no estádio da Ressacada, em Florianópolis (turno, Coritiba 2 x 0), e Brusque x Goiás, que, se vencer, ficará com 34 pontos e assumirá a vice-liderança, ultrapassando CRB e Avaí, com 33. O Avaí é vice-líder pelo saldo de gols (8 a 6). Haverá VAR em todos os 95 jogos do returno, o que não aconteceu em nenhum dos 95 jogos do turno, marcado por muitas reclamações.

 Foto: Diogo Reis/AGIF