Escolha uma Página

COM O GOL DE JEFFINHO, aos 32 minutos do 2º tempo, o Botafogo venceu o Universitário do Peru por 1 x 0, na noite desta 5ª feira (16), no Estádio Monumental de Lima, garantiu a vaga nas oitavas de final e vai decidir o 1º lugar do Grupo D com o Junior Barranquilla, em sua sexta participação na Libertadores.

PARA SER 1º DO GRUPO e garantir o direito dos segundos jogos das oitavas de final no estádio Nilton Santos, o Botafogo terá que vencer o Junior Barranquila na última rodada, dia 28, no Estádio Monumental de Barranquilla. O empate dá o 1º lugar ao Junior, que tem 3 gols de saldo, enquanto o saldo do Botafogo é de 1 gol.

O BOTAFOGO TEVE CAPACIDADE de recuperação, após iniciar com derrotas para o Junior Barranquilla (3 x 1, no estádio Nilton Santos) e para a LDU (1 x 0, em Quito). Na sequência, o Botafogo venceu em casa o Universitário (3 x 1), a LDU (2 x 1) e a primeira vitória como visitante (1 x 0 no Universitário, na noite desta 5ª feira, 16).

O JOGO DESTA NOITE decepcionou os 45 mil torcedores, principalmente no 1º tempo, quando os times só deram um chute em gol. O do Botafogo foi do volante Marlon, que o goleiro uruguaio Sebastián Britos defendeu. O Botafogo aproveitou a melhor chance do 2º tempo para decidir com Jeffinho, tocando na saída do goleiro.

O BOTAFOGO havia participado pela última vez das oitavas de final da Libertadores em 2017, dirigido por Jair Ventura, eliminando o Nacional, do Uruguai, mas sendo eliminado nas quartas de final pelo Grêmio, que foi o campeão. Foi na primeira participação, em 1963, que o Botafogo fez a melhor campanha, eliminado nas semifinais pelo Santos (1 x 1 no Pacaembu, 0 x 4 no Maracanã, com 3 gols de Pelé.

O TIME DA CLASSIFICAÇÃO antecipada: John, Damian, Halter, Bastos e Hugo; Marlon, Danilo e Tchê Tchê (Patrick de Paula); Luis Henrique (Jeffinho), Junior Santos e Savarino (Yarlen). O meia Danilo não disputará o jogo com o Junior Barranquilla, suspenso pelo 3º cartão amarelo esta noite.

COM A PARALISAÇÃO DO BRASILEIRO, o próximo jogo do Botafogo será 28, em Salvador, com o Vitória, em que terá a vantagem do empate para passar às oitavas da Copa do Brasil, após vencer o jogo de ida no estádio Nilton Santos por 1 x 0, gol do meia Eduardo.

SÓ HÁ CINCO INVICTOS na Libertadores de 2024: Fluminense, Palmeiras; os argentinos River e Talleres, e colombiano Junior Barranquilla. E apenas seis dos 32 da fase de grupos ainda não venceram: Caracas, Alianza Lima, Cobresal, Táchira, Millonarios e Barcelona (0 x 0 com o São Paulo, esta noite, no Morumbi).

Foto: Vitor Silva/Botafogo