Escolha uma Página

Com a derrota para o Bahia nos acréscimos – 1 x 0, gol de Rodriguinho, de pênalti, aos 53 minutos -, o Botafogo caiu para o décimo sétimo lugar, com 20 pontos, só um ponto a mais que o Vasco, seu vizinho no rebaixamento, em décimo oitavo com 19 pontos. O árbitro acertou na marcação do pênalti, cometido com o braço pelo zagueiro Marcelo Benevenuto, depois que o chute do atacante Gilberto bateu primeiro em sua perna.

O VAR confirmou.MUITO RUIM – Bahia e Botafogo fizeram um jogo muito ruim na Arena Fonte Nova, onde não houve criatividade e emoção. O único lance do primeiro tempo, a merecer registro, foi o do gol, bem anulado, do Bahia, aos 44 minutos. O goleiro Saulo falhou feio ao não segurar a cabeçada de Fessim, mas o árbitro anulou, devido à falta que sofreu do lateral Nino. A ineficiência dos ataques se estendeu até os minutos finais, quando só nos acréscimos houve o lance do pênalti para tirar o zero do placar.

CINCO CARTÕES – Além de ter anulado um gol e marcado um pênalti, o árbitro Jeferson Moraes, de 38 anos, da Federação Goiana, também acertou na aplicação dos cinco cartões amarelos. Os advertidos do Bahia foram o volante Gregore e o meia Elias, e os do Botafogo, o meia Bruno Nazario, o atacante Mateus Babi e o zagueiro Marcelo Benevenuto, pelo toque com o braço no lance do pênalti.

BAHIA – Douglas, Nino, Lucas Fonseca, Anderson e Juninho Capixaba; Gregore, Elias e Daniel (Gilberto); Rossi (Rodriguinho), Fessim (Alesson) e Elber (Marco Antonio). Técnico – Mano Menezes. Com a sexta vitória, o Bahia terminou a rodada em décimo quarto com 22 pontos em 19 jogos – 4 empates, 9 derrotas, saldo negativo de 4 gols (24 a 28) – e será visitante na próxima rodada com o Coritiba, a quem venceu (1 x 0) no turno, em Salvador.

BOTAFOGO – Saulo, Kevin, Marcelo Benevenuto, Kanu e Victor Luis; Welison (Luis Otávio), Caio Alexandre e Bruno Nazario; Kelvin (Kalou), Mateus Babi e Guilherme Santos (Davi Araújo e depois Eber Bessa). O time foi dirigido pela terceira vez pelo treinador de goleiros Flavio Tênius, e o novo técnico Ramon Diaz, argentino de 61 anos, apenas observou. O Botafogo é décimo sétimo com 20 pontos em 19 jogos – 3 vitórias, 11 empates, 5 derrotas, saldo negativo de 4 gols (19 a 23) – e o próximo jogo é no estádio Nilton Santos com o Bragantino, com quem empatou (1 x 1) no turno.

ÚNICO 0 x 0 – A rodada de abertura do returno teve 21 gols e o único 0 x 0, que se ajustou bem ao jogo ruim, foi Ceará x Sport, na Arena Castelão, em Fortaleza. Décimo segundo com 24 pontos, o Ceará completou seis jogos sem perder, o dobro do Sport, nono com 25 pontos. Em virtude das eleições do próximo domingo (15), todos os jogos da segunda rodada serão realizados sábado (14): o Sport receberá o Vasco, na Ilha do Retiro, e o Ceará visitará o Grêmio, em Porto Alegre.

Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia