Escolha uma Página

O Botafogo sofreu a décima segunda derrota em vinte e sete jogos, em que só ganhou quatro, e termina o ano em penúltimo, com chances cada vez mais reduzidas de evitar o terceiro rebaixamento de sua história, como aconteceu em 2002 e 2014. A derrota por 2 x 0 para o Corinthians, neste último domingo (26) do ano, foi a sétima no Brasileiro de 2020, no estádio Nilton Santos, onde o time paulista venceu pela primeira vez, depois de três empates e cinco derrotas.

O BOTAFOGO já saiu para o intervalo em desvantagem, ao sofrer o gol de cabeça do meia equatoriano Juan Cazares, o primeiro que marcou pelo Corinthians, aos 34 minutos, completando o cruzamento do meia Gustavo. O Botafogo voltou para o segundo tempo com mais dois atacantes – Mateus Babi e Kalou -, que não aumentaram o poderio ofensivo do time. Sem inspiração para criar e sem poder de finalização, o Botafogo sofreu o segundo gol aos 48, após Mateus Vital aproveitar a falha de Kanu, driblar Benevenuto e chutar rasteiro no canto.

DIEGO CAVALIERI, Kevin, Benevenuto, Kanu e Forster (Rhuan); Zé Welison (Lecaros), Caio Alexandre, Cicero (Eber Bessa) e Warley (Mateus Babi); Pedro Raul e Victor Luis (Kalou) – o Botafogo, penúltimo, com 23 pontos em 27 jogos – 4 vitórias, 11 empates, 12 derrotas, saldo negativo de 14 gols (25 a 39) -, que voltará ao estádio Nilton Santos, dia 6, para o jogo com o Athletico Paranaense, do seu ex-técnico Paulo Autuori, que passou fácil (3 x 0) pelo Vasco, neste domingo (27), em Curitiba.

CORINTHIANS – Walter, Fagner, Gil, Jemerson e Fabio Santos; Gabriel, Ramiro (Lucas Piton), Gustavo (Leo Natel) e Juan Cazares (Marlon); Otero (Mateus Vital) e Jô (Xavier) – o time que não perde há seis jogos e obteve a terceira vitória consecutiva, terminando o ano em nono lugar com 39 pontos em 27 jogos – 10 vitórias, 8 derrotas, 9 empates, zerado em gols (30 a 30) -, que voltará ao Rio para o jogo com o Fluminense, dia 13, no Maracanã.

O FLUMINENSE poderia cair uma posição, depois da derrota (2 x 1) para o São Paulo, mas se manteve em sétimo, com 40 pontos, porque o Santos só empatou (1 x 1) com o Ceará, na noite de ontem (27), na Vila Belmiro, e ficou em oitavo com 39 pontos. Marinho, vice-artilheiro do Brasileiro 2020, fez o gol do Santos aos 11, após boa jogada de Soteldo e Pituca, e o lateral Samuel Xavier empatou aos 37, após o gol John Victor rebater a cabeçada do atacante Cleber.

Foto: Paraná Portal – UOL