Escolha uma Página

A SELEÇÃO BRASILEIRA faz hoje o treino de reconhecimento do gramado de Wembley, onde pega amanhã (23) a Inglaterra, invicta nos últimos 10 jogos, com 8 vitórias, o que contrasta com a estreia de Dorival Junior, após empate com a Venezuela e derrotas consecutivas para Uruguai, Colômbia e Argentina.

ENQUANTO OS MAUS RESULTADOS com Fernando Diniz deixaram a seleção em 6º, fora da classificação para a Copa de 2026, a 8 pontos da líder Argentina (7 a 15), a Inglaterra lidera o Grupo C das eliminatórias da Eurocopa, sem perder sequer um jogo. A última derrota em casa foi para a Hungria (4 x 0), em 14 de junho de 2022.

O BRASIL TERÁ QUE ADOTAR CAUTELA, mesmo que Harry Kane, do Bayern, artilheiro do Alemão, capitão e maior goleador da seleção inglesa, não jogue, com torção do tornozelo, porque o substituto, Jude Bellingham, do líder Real Madrid, é o artilheiro do Espanhol e marcou 20 gols em 31 jogos na temporada.

O PLANO OFENSIVO do técnico Gareth Southgate, ex-zagueiro de 53 anos, prevê sufoco, marcação forte, com os laterais Walker e Chiwell e os pontas Grealish ou Foden e Rashford, tudo isso com o apoio de 90 mil torcedores, a lotação completa de Wembley, onde Inglaterra e Brasil farão o 27º confronto da história.

A SELEÇÃO BRASILEIRA só foi vista nos 15 minutos iniciais dos quatros treinos no Arsenal, o que não permitiu uma análise dos observadores, menos ainda da possível escalação para o jogo de amanhã (23), às 7 da noite em Londres (4 da tarde no Rio), sem previsão de chuva, umidade de 80% e 10 graus.

O ESTREANTE Dorival Junior não antecipou a formação, mas há os que apostam em que a seleção iniciará com Bento, Danilo, Bremer, Beraldo e Wendell; Douglas Luiz, Bruno Guimarães e Paquetá; Raphinha, Rodrygo e Vinicius Jr. A seleção usará a nova camisa azul, com o escudo no peito. Os ingleses, de uniforme branco.

INGLATERRA x BRASIL de amanhã (23) é organizado pela Associação de Futebol da Inglaterra, a mais antiga do mundo, com 160 anos, fundada na 2ª feira, 26 de outubro de 1863. Dos 11 fundadores, só o londrino Crystal Palace (10/9/1905) se mantém na Premier League, o maior campeonato do mundo.

Foto: Rafael Ribeiro, CBF