O futebol brasileiro terminou 2019 em terceiro lugar no ranking da FIFA, divulgado ontem (19), com a Bélgica mantendo a liderança e a França a segunda posição. Entre as 10 primeiras seleções, seis são da Europa e quatro da América do Sul. Na estreia das eliminatórias da Copa do Mundo 2022, o Brasil jogará com a Bolívia, última colocada.

12 JOGOS – A seleção brasileira disputou 12 jogos em 2019, ganhando nove, empatando dois e sofrendo apenas uma derrota; o saldo foi de 21 gols, com 28 marcados e 7 sofridos. A única derrota foi para o Peru, em amistoso nos Estados Unidos. Nos seis jogos oficiais, o Brasil ganhou a Copa América, com 5 vitórias, 1 empate, 13 gols a favor e só 1 gol contra.

BÉLGICA – Manteve a liderança do ranking FIFA pela melhor campanha na história das Copas em 2018, com o terceiro lugar, ao vencer (2 x 0) a Inglaterra; a virada (3 x 2) sobre o Japão na fase de grupos, e ao eliminar (2 x 1) o Brasil nas quartas de final. O técnico espanhol Roberto Martinez, ex-meia, 46 anos, comanda a seleção desde 3/8/2016.

FRANÇA – Os campeões do mundo de 2018 mantiveram o terceiro lugar do ranking 2019, dirigidos pelo ex-meia Didier Deschamps, de 51 anos, terceiro da história das Copas, campeão como jogador e técnico (98-2018), depois de Zagallo (58-62-70) e Beckenbauer (74-90). A França somou 1.733 pontos. A Bélgica, 1.765, e o Brasil, 1.712.

INGLATERRA – Gareth Southgate, de 49 anos, é um dos técnicos mais jovens das principais seleções, comandando a Inglaterra desde 2018. Ele está na Catar, acompanhando o Mundial de clubes, e sua seleção conseguiu 1.661 pontos para fechar o ano em quarto lugar, mesma posição em que terminou a última Copa do Mundo.

URUGUAI – Dirigida pelo ex-zagueiro Óscar Tabárez, de 72 anos, o mais velho, com recorde de jogos (200) e de Copas do Mundo – quatro consecutivas desde 2006 -, manteve o quinto lugar no ranking FIFA de 2019 com 1.645 pontos. Tabárez sofre de doença degenerativa, não pode ficar muito tempo em pé, usa muleta e dirige a seleção sentado no banco. 

EM SEXTO – Vice-campeã do mundo em 2018, a Croácia terminou 2019 em sexto no ranking FIFA, com 1.642 pontos. Portugal, sétimo, 1.639. Espanha, oitavo, 1.636. A seleção argentina é nona com 1.623 pontos, e a Colômbia completa o grupo das 10 primeiras colocadas, com 1.622 pontos.