Foto: AP Photo

O Chelsea derrubou na noite deste sábado (8) a invencibilidade de 15 jogos do Manchester City, ao derrotar (2 x 0) o campeão inglês, o que levou o Liverpool, agora único invicto, a ser o novo líder, horas depois de golear (4 x 0) fora de casa o Bournemouth, com três gols do egipcio Salah. O segundo gol do Chelsea, marcado pelo zagueiro David Luiz, aos 34 do segundo tempo, tirou todas as chances do Manchester City, que ainda pressionava na tentativa do empate.

PRIMEIRA DERROTA – Depois de 13 vitórias e 2 empates, o Manchester City sofreu também a segunda derrota na temporada 2018-2019, após 18 vitórias e 3 empates, de vez que só havia perdido para o Olympique Lyon, em jogo da Liga dos Campeões. O Chelsea já saiu para o intervalo com 1 x 0, gol do francês N’Golo Kanté, 27 anos, 1,68m, aos 44 minutos, após cruzamento do meia brasileiro Willian. Foi o único chute na direção do gol, depois que o Manchester City dominou quase o tempo inteiro.

N’GOLO KANTÉ, após o cruzamento de Willian, disparou um foguete pelo alto, sem chance de defesa para o goleiro Ederson, da seleção brasileira. O francês Kanté, nascido em Paris, joga na Inglaterra desde 2015-2016, quando ganhou o único título de campeão do Leicester. Foi novamente campeão em 2016-2017 pelo Chelsea, comprado por 32 milhões de euros, e assinou contrato até 2021. Kanté foi campeão do mundo em 2018 com a França, muito elogiado pelo técnico Didier Deschamps.

DAVID LUIZ estava de costas para o gol quando cabeceou, completando o escanteio do lateral espanhol Alonso, aos 29 do segundo tempo, para marcar o segundo gol do Chelsea, tirando o restante da capacidade de reação do Manchester City. David Luiz, 31 anos, paulista de Diadema, foi dispensado da base do São Paulo “por ser muito baixo”. Foi para o Vitória e de Salvador saiu para o Benfica, sua porta de entrada na Europa, onde fez 132 jogos e marcou 6 gols, entre 2007 e 2011.

CINCO ANOS é o tempo em que David Luiz está no Chelsea, que defendeu de 2011 a 2014, marcando 12 gols em 143 jogos. Saiu em 2014 para o PSG e ficou no campeão francês até 2016, disputando 89 jogos e fazendo 8 gols. Voltou ao Chelsea em 2016 e soube superar os problemas que teve com o técnico italiano Antonio Conte e recuperar a posição, ao lado do alemão Rudiger. David Luiz considera que a vitória foi importante para que o técnico italiano Maurizio Sarri siga implantando seus métodos.

UM DELÍRIO – Kepa, Azpilicueta, Rudiger, David Luiz e Alonso; Jorginho, Kanté, Kovacic (Barkley, 19 do segundo tempo) e Hazard (Giroud, 44 do segundo tempo); Willian (Loftus-Cheek, 29 do segundo tempo) e Pedro – o time que levou ao delírio os 42 mil torcedores do Chelsea FC, no Stamford Bridge, estádio da região central de Londres. O apoiador Jorginho, catarinense de Imbituba, 26 anos, ex- Napoli, foi o único advertido com cartão amarelo, ainda no primeiro tempo.

SEIS BRASILEIROS – Chelsea 2 x 0 Manchester City teve seis brasileiros em campo. No time vencedor, David Luiz, Jorginho e Willian, destaques como também os espanhóis Pedro, ex-Barcelona, e o goleiro Kepa, com excelentes defesas. No Manchester City, além do goleiro Ederson, sem culpa nos gols, o apoiador Fernandinho e o atacante Gabriel Jesus, que só entrou aos 7 do segundo tempo e não teve boa atuação, substituindo Sané. O técnico espanhol Pep Guardiola não escondeu o abatimento pela primeira derrota.