Dois meios-de-campo sul-americanos de 29 anos apareceram com destaque na vitória do Everton sobre o Tottenham, no primeiro clássico da Premier League 2020-2021: o volante carioca Allan, revelado em 2009 no Vasco e há oito anos na Europa, e o meia colombiano James Rodriguez, comprado do Bayern Munique, após ser emprestado pelo Real Madrid. Allan fez 328 jogos na Itália – 116 na Udinese, entre 2012 e 2015, e 212 no Napoli, de 2015 a 2020 – e estreou como um dos bons do Everton.

O GOL QUE DECIDIU o clássico entre o Tottenham, de Londres, e o Everton, de Liverpool, foi de cabeça do atacante inglês Calvert-Lewin, de 23 anos, 1,87m, aos 9 minutos do segundo tempo, sem chance de defesa de Hugo Lloris, de 33 anos, 1,88m, goleiro da seleção francesa campeã do mundo em 2018. Allan participou do início da jogada e James Rodriguez deu a assistência para o gol do jogo mais repetido das rodadas de abertura da Premier League, hoje (13), pela décima terceira vez no estádio do Tottenham.

RICHARLISON, ex-Fluminense, capixaba de 23 anos, iniciou sem brilho sua quarta temporada na Inglaterra, segunda no Everton, perdendo o que se chama de gol feito. Depois de driblar o goleiro, ele escorregou e chutou para fora. Além de Allan e Richarlison no Everton, o clássico teve outro brasileiro, o meia paulistano Lucas Moura, destaque do time do Tottenham, os três em campo do início ao fim. Bom lembrar: o Everton estava há 15 jogos sem vencer o Tottenham.

PRIMEIRA DERROTA – Tottenham 0 x 1 Everton teve um registro especial: depois de 11 vitórias e 7 empates em jogos de abertura da Premier League, o técnico português José Mourinho, ex-meia de 57 anos, perdeu um jogo de estreia. O clássico marcou o confronto de dois dos técnicos mais vitoriosos da Europa, com o italiano Carlo Ancelotti, de 61 anos, campeão de três Ligas dos Campeões, e Mourinho, duas vezes campeão. Mourinho disse: “Ancelotti foi a melhor contratação do Everton”.

Fotos: Getty Images e Divulgação