Escolha uma Página

O alagoano Roberto Firmino, 27 anos, 1,81m, titular da seleção brasileira, marcou o terceiro gol e manteve o Liverpool, vice-campeão da temporada passada e campeão da Liga dos Campeões da Europa, na liderança isolada do Campeonato Inglês – 4 jogos, 4 vitórias -, na vitória (3 x 0) deste sábado (31) sobre o Burnley, no estádio Turf Moor.

O PRIMEIRO – Roberto Firmino marcou aos 35 do segundo tempo, com chute forte no canto direito, tornando-se o primeiro brasileiro a fazer 50 gols na Premier League. Foi seu gol 68 em 198 jogos pelo Liverpool, que defende desde 2015, depois de quatro temporadas no alemão Hoffenheim, com 51 gols em 153 jogos, de 2011 a 2015.

SEM ALISSON – O goleiro titular da seleção brasileira completou três jogos fora do time, após a lesão muscular na estreia. O espanhol Adrián é o substituto e nos 3 x 0 deste último sábado (31) de agosto não foi exigido. O apoiador Fabinho jogou o tempo todo e Firmino foi substituído pelo suíço Shaqiri aos 41 do segundo tempo.

ASSISTÊNCIA – Além do terceiro que marcou, Firmino também deu assistência para o senegalês Sadio Mané fazer o segundo gol aos 36 do primeiro tempo. Mané foi substituído ao mesmo tempo que Firmino, mas saiu de cara amarrada e nem cumprimentou o belga Divock Origi, que entrou em seu lugar. O primeiro gol do Liverpool foi contra do lateral Wood, aos 33 minutos.

DOIS À FRENTE – Nas quatro primeiras rodadas, o Liverpool soma 12 pontos – 4 jogos, 4 vitórias, 12 gols marcados e 3 sofridos – e o vice-lider Manchester City, atual bicampeão, tem 10 – 3 vitórias, 1 empate, 14 gols a favor e 3 contra. O City goleou (4 x 0), em casa, o Brighton, com dois gols do argentino Sergio Aguero, um do belga De Bruyne e outro do português Bernardo Silva.

O goleiro Ederson, que será titular da seleção brasileira nos amistosos de setembro com Peru e Colômbia, nos Estados Unidos, não teve trabalho no jogo, assistido por 55.097 torcedores, lotação máxima do Etihad Stadium. O volante Fernandinho só entrou no segundo tempo, no lugar do zagueiro Laporte. Gabriel Jesus ainda não se recuperou de contusão. Suspenso por três meses pela expulsão na final da Copa América, no Maracanã, ele está fora dos amistosos da seleção.

Foto: Stadium Astro