Foto: reprodução / terra

O zagueiro Marquinhos, da seleção brasileira, iniciou a goleada (5 x 0) do Paris Saint Germain, líder absoluto do Campeonato Francês, sobre o Amiens, na tarde deste sábado (20), no Parque dos Príncipes, em Paris. O gol dele foi logo aos 12 minutos, completando de cabeça o escanteio do argentino Di Maria, que repetiu a cobrança aos 41 minutos para outro gol de cabeça, do francês Adrien Rabiot. Na volta do intervalo, o terceiro gol de cabeça, do alemão Draxler, aos 34, após cruzamento de Bernat.

ARTILHEIRO – O quarto gol do PSG foi de Mbappé – eleito melhor jogador jovem da Copa do Mundo 2018 -, aos 36 minutos. Mbappé isolou-se na artilharia do campeonato com 9 gols em 10 jogos, um a mais que Neymar, liberado do jogo deste sábado pelo técnico alemão Tomas Tuchel. Neymar passa o fim de semana em Portugal, onde acompanha o Mundial de Surf. O francês Abou Diably fechou os 5 x 0 aos 42, depois de entrar no lugar do argentino Di Maria.

FALTA UMA – O PSG pode igualar o recorde do Tottenham na temporada 1960-61, com 11 vitórias consecutivas nas onze primeiras rodadas do Campeonato Inglês, se vencer o Olympique, de Marselha, no domingo (28), no estádio do Velódromo, em Marselha, no sul da França. Com 10 vitórias em 10 jogos, o PSG soma 30 pontos, 21 à frente do vice-lider Lille, do norte da França, com 19. O terceiro é o Olympique Lyon com 17 pontos.

GANSO APAGADO – O meio-campo Ganso, emprestado pelo Sevilha, onde também não aprovou, foi figura apagada do time do Amiens, que sofreu a sexta derrota e caiu para o décimo sétimo lugar, última posição antes dos três últimos, que são rebaixados. O técnico francês Christophe Pélissier, 53 anos, substituiu Ganso aos 28 do segundo tempo pelo zagueiro francês Mathieu Bodmer.

MÔNACO PERDE NA ESTREIA DO TÉCNICO

Thierry Henry / site mrfixitstips.co.uk

O Mônaco promoveu neste sábado (20) a estreia do técnico Thierry Henry, 41 anos, um dos maiores jogadores franceses de todos os tempos, e com a derrota (2 x 1) como visitante para o Estrasburgo, no estádio La Meinau, caiu para o penúltimo lugar do campeonato, com apenas 6 pontos ganhos em 10 jogos. Henry atuou no Mônaco – 141 jogos, 28 gols, de 95 a 98 -, brilhando depois no Arsenal – 369 jogos, 226 gols -, na Juventus e no Barcelona. É o primeiro time que dirige.

O Mônaco já perdia (1 x 0) no primeiro tempo e sofreu o segundo gol na volta do intervalo, quando teve um jogador expulso. Seu gol, marcado de pênalti por Thielemans nos acréscimos, não permitiu a reação para pelo menos empatar. O Estrasburgo subiu para o sexto lugar com 15 pontos. Thierry Henry foi assistente-técnico da seleção da Bélgica, que eliminou o Brasil na Copa do Mundo de 2018, e meia-atacante campeão do mundo em 98 com a seleção da França.