O zagueiro Lucas Veríssimo, paulista de 25 anos, 1,90m, vice-campeão da Libertadores 2020 com o Santos, fez boa estreia no 1 x 1 do Benfica com o Arsenal de Londres, na noite de ontem (18), no Estádio Olímpico de Roma, campo neutro em que os times tiveram que jogar, devido às restrições sanitárias impostas pela pandemia. Lucas Veríssimo compôs a linha de três zagueiros com o argentino Nicolás Otamendi e o belga Jan Vertonghen, mas pediu substituição nos minutos finais por sentir cãibra.

HELTON LEITE, ex-Botafogo, goleiro de 30 anos, fez o terceiro jogo consecutivo como titular do Benfica, que o comprou do Boavista, com atuação firme e sem culpa no gol do ponta Bukaio Saka, de 19 anos, dois minutos depois que o meia Pizzi marcou de pênalti o gol do Benfica aos 15 do segundo tempo. O meia Everton Cebolinha, ex-Grêmio, teve atuação discreta, assim como os zagueiros David Luiz e Gabriel Magalhães, o meia Willian e o atacante Gabriel Martinelli, que jogam no Arsenal.

VANTAGEM – O Arsenal se classifica para a próxima fase da Liga Europa com 0 x 0 no segundo jogo, quinta (25), no Estádio Olímpico de Atenas, e o Benfica, com vitória ou empate por 2 x 2 ou mais gols. Outro 1 x 1 levará a decisão aos pênaltis. Os times jogarão domingo (21) pelos campeonatos nacionais: o Arsenal, décimo colocado, receberá o líder Manchester City, no Emirates Stadium, em Londres. O Benfica, em quarto lugar, jogará com o Farense, décimo quarto, no estádio de São Luis.

PEPÊ NO PORTO – O Porto confirmou oficialmente ontem (18) a compra do atacante Pepê, pagando em quatro vezes ao Grêmio 15 milhões de euros (R$99 milhões). O contrato até 2026 prevê multa rescisória de 70 milhões de euros (R$458 milhões) e foi feito um seguro, em caso de contusão, porque Pepê só se apresentará em junho, quando começa a pré-temporada na Europa, depois de disputar a decisão da Copa do Brasil com o Palmeiras, nos dias 28 de fevereiro e 7 de março.

QUARTO MAIS CARO – Pepê é o quarto mais caro das compras do Benfica, que pagou 20 milhões de euros pelo meia espanhol Oliver Torres, de 26 anos, hoje no Sevilha, e pelo meia belga Giannelli Imbula, de 28 anos, hoje no Rayo Vallecano, emprestado pelo Stoke City. O terceiro mais caro foi o atacante Hulk, de 34 anos, hoje no Atlético Mineiro, que o Porto comprou em 2008 do Tokyo Verdy por 19 milhões de euros.

GOL MARANHENSE – Na goleada de 4 x 1 do Tottenham de Londres sobre o Wolfsburg, na Arena Puskas, em Budapeste, o atacante Carlos Vinícius, de 25 anos, maranhense de Bom Jesus das Selvas, a 465 km da capital São Luis, marcou o último gol e foi elogiado pelo técnico José Mourinho. Em outra goleada inglesa – Manchester United 4 x 0 Real Sociedad -, em Turim, o volante mineiro Fred deu o passe para Rashford marcar o terceiro gol. O meia português Bruno Fernandes brilhou com 2 gols.

MILAN EMPATA – O Milan esteve duas vezes em vantagem, mas cedeu o empate (2 x 2) ao Estrela Vermelha, da Sérvia, ontem (18), no Maracanã, de Belgrado, em jogo com dois pênaltis, o segundo convertido pelo lateral-esquerdo francês Theo Hernandez, de 23 anos, para o Milan. Os sérvios empataram com o gol de cabeça de Pavkov, nos acréscimos. A vaga será decidida na próxima quinta (18), no estádio de San Siro, e o Milan tem a vantagem do 0 x 0, pelos gols que marcou fora de casa.

LIDERANÇA ITALIANA – Milan x Inter, domingo (21), no estádio de San Siro, faz o famoso Dérbi della Madonnina se tornar ainda mais importante. Desde abril de 2011 os arquirrivais de Milão não se enfrentavam como líder e vice-líder do campeonato, cada um com 15 vitórias: em 22 rodadas, a Inter tem 50 pontos e o Milan 49. Será o confronto 336, com 127 vitórias da Inter, 126 do Milan, e 82 empates. Em 6 de fevereiro de 1964, Inter 6 x 0, goleada que o Milan devolveu em 11 de maio de 2011.