Escolha uma Página

O Liverpool, campeão europeu e mundial de clubes, recebeu a taça da Premier League, ontem (22), em seu estádio Anfield Road, depois da vitória (5 x 3) sobre o londrino Chelsea, em que o alagoano Roberto Firmino, que marcou de cabeça o quarto gol, e o egípcio Mohamed Salah, pintaram o cabelo de vermelho para comemorar. Pela primeira vez na história dos confrontos,  oito gols em um jogo, em que os campeões chegaram a fazer 3 x 0 em 20 minutos.

GOL BRASILEIRO – Na vitória 31 em 37 jogos, o Liverpool já saiu para o intervalo com 3 x 0, gols de Naby Keita aos 23, Alexander-Arnold, de falta, aos 38, e Wijnaldum aos 43, e Giroud, de carrinho, fez o do Chelsea aos 47. No segundo tempo, aos 9, o gol de cabeça de Roberto Firmino, após cruzamento de Alexander-Arnold. O Chelsea reagiu com os gols de Abraham, aos 16, e Pusilic aos 28, e Oxalade-Chamberlain fez o quinto dos campeões aos 39. 

MAIOR MARCA – O Liverpool completou 31 vitórias em 37 jogos, sua maior marca em uma temporada, e com 18 vitórias como mandante, igualou-se ao Manchester United, Manchester City e ao próprio Chelsea. O Liverpool havia sido campeão pela última vez em 1989-90 e ganhou o título de 2019-20 desde junho, com seis rodadas de antecedência, outro recorde, desde que o campeonato passou a ter a denominação de Premier League.

TÍTULO INÉDITO – O ex-zagueiro Jurgen Klopp, de 53 anos (16/6/1967), é o primeiro técnico alemão a ganhar a Premier League, cinco anos após ser contratado pelo Liverpool, em 8 de outubro de 2015. Em 256 jogos, 155 vitórias, 58 empates, 43 derrotas, e o sétimo título, quarto no Liverpool: Liga dos Campeões, Supercopa dos Campeões, Mundial de clubes e a Premier League. Com o sorriso largo de sempre, ele colocou o boné para trás, antes de receber a medalha e segurar a taça, que beijou três vezes.

GRANDE FESTA – Os torcedores foram à loucura do lado de fora do Anfield Road, estádio de 55 mil lugares, que só será reaberto na temporada 2020-21. Enquanto ria vendo a imensa nuvem vermelha, o técnico dizia aos torcedores, via Skype: “Vamos nos preparar para uma grande festa, muito especial, todos juntos, não sei quando, mas quando essa merda desse vírus for emboraKlopp também fez questão de lembrar: “Há cinco anos, quando cheguei, pedi que deixassem de ser incrédulos e se tornassem otimistas.

Fotos: Facebook oficial do Liverpool e Lance.