Escolha uma Página

O Bayern Munique estipulou em 30 milhões de euros – R$190 milhões – a saída do meia Thiago Alcântara, um dos mais valorizados nas duas grandes campanhas do time na temporada 2019-20, octacampeão alemão e campeão da Liga dos Campeões, que não ganhava desde 2012-13. Thiago está no radar do Liverpool, campeão inglês, a pedido do técnico alemão Jurgen Klopp, que sempre enaltece as qualidades do meia, filho de Mazinho, da seleção campeã do mundo de 94.

SAIU DO FLAMENGO – Nascido em San Pietro Vernótico, na região da Puglia, quando o pai jogava na Itália pela equipe da Lecce, Thiago tem 29 anos e foi da escolinha do Flamengo, entre 2001 e 2005, para o Barcelona, onde fez o trabalho de base até 2008, quando se tornou profissional. No Barcelona B, marcou 3 gols em 59 jogos, e entrou no time principal em 2009, fazendo 11 gols em 101 jogos até 2013, quando foi vendido por 25 milhões de euros (na época, R$74 milhões) para o Bayern.

TODOS OS TÍTULOS – Tanto no Barcelona, sempre muito elogiado por Guardiola, que o lançou no time, quanto no Bayern, Thiago foi vitorioso, ganhando os títulos mais importantes de campeão nacional, Mundial de clubes e Liga dos Campeões. Embora tenha as cidadanias italiana e espanhola, o pai não abriu mão da cidadania brasileira porque esperava que Thiago fosse convocado para a seleção, o que não aconteceu e representa, mais que tristeza, uma decepção na vida profissional dele.

JOGADOR DE OURO – Durante o período em que jogou no Barcelona, Thiago foi convocado para a seleção da Espanha em cinco categorias – sub-16 a sub-21 – e se emocionou ao receber o prêmio de Jogador de Ouro, quando foi campeão europeu sub-21 em 2013, dois anos depois de ter estreado na seleção principal, em que marcou dois gols em 37 jogos. Além da boa técnica, Thiago tem o conceito muito elevado na Europa por ser um profissional disciplinado e extremamente aplicado. 

PHILIPPE COUTINHO – O Bayern postou mensagem de agradecimento ao Barcelona, ao devolver hoje (2) o meia Philippe Coutinho, que esteve emprestado por 9 milhões de euros (R$39 milhões) desde agosto de 2019, com transferência fixada em R$120 milhões, que o clube alemão não aceitou pagar. A mensagem de agradecimento ao Barcelona foi enviada pelo próprio presidente do Bayern, Karl-Heinz Rummenigge, de 64 anos, dos mais notáveis jogadores do clube, entre 74 e 84, com 218 gols em 425 jogos. Ele elogiou não só a técnica, mas a disciplina do meia carioca, revelado em 2009 no Vasco.

FIRME NO BARCELONA – O técnico holandês Ronald Koeman, de volta ao Barcelona, disse ter interesse em Philippe Coutinho para a campanha 2020-2021, em que está começando a promover mudanças no elenco, que não contará com Messi e Suarez, artilheiro e vice do campeonato 2019-20. Suarez já havia sido descartado, e a situação de Messi permanece inalterada, após a conversa que o pai do jogador, Jorge MessI, teve nesta quarta (2) com o presidente José Maria Bartomeu, outra vez firme na decisão: o Barcelona só libera Messi se receber 700 milhões de euros, valor da multa da rescisão do contrato.

Foto: EuroSport