Escolha uma Página

“OBRIGADO FUTEBOL, e a todos que me acompanharam e me tornaram um jogador e uma pessoa melhor ao longo do caminho”. Foi assim que o meia Thiago Alcântara, de 33 anos, campeão no Barcelona, Bayern e Liverpool, agradeceu o apoio, em suas redes sociais, ao anunciar nesta 2ª feira ( 8 ) o fim da carreira bem-sucedida de 15 anos.

FILHO DE MAZINHO, lateral e meia campeão no Vasco, Palmeiras e na seleção da Copa do Mundo de 94, e da jogadora de vôlei Valéria Alcântara, o ariano Thiago, do signo de fogo, primeiro do Zodíaco, nasceu italiano em 11 de abril de 91, em San Pietro Vernotico, província de Brindisi, na região da Puglia, quando o pai jogava na Lecce.

THIAGO ALCÂNTARA iniciou aos cinco anos no infantil do CFZ e do Flamengo, e aos 14 anos foi para a Espanha, onde as portas do Barcelona se abriram e o levaram à seleção de jovens. Campeão do Sub-17 de 2008 e do Sub-21 de 2011 e 2013, com o prêmio de jogador de ouro, a ascensão como titular logo se consolidou, e com grandes atuações.

O PRIMOGÊNITO de Valeria e Mazinho estreou no Barcelona aos 18 anos, em 17 de maio de 2009, e saiu depois de seis temporadas, com oito títulos, 104 jogos, 11 gols, campeão espanhol, da Liga dos Campeões e Mundial de clubes. Pep Guardiola, seu primeiro técnico, assumiu no Bayern Munique e pediu que o contratasse.

NO MAIOR CAMPEÃO alemão, Thiago Alcântara vestiu a camisa do Bayern em 235 jogos, marcou 31 gols, e entre os 15 títulos, foi sete vez campeão alemão, Mundial de clubes e da Champions, elogiado pelo técnico, torcedores e analistas. “O futebol alemão é sempre campeão em organização e respeito” – resume Thiago.

THIAGO ALCÂNTARA revela que Phillippe Coutinho e Xabi Alonso o ajudaram muito no último passo da carreira, no Liverpool: “Depois de sete anos em Munique, era preciso saber para onde estava indo, e o Coutinho e o Alonso se referiram bem a Liverpool”. Thiago estreou em 20 de setembro de 2020, com o recorde de precisão em 75 passes.

A CARREIRA TERMINOU por dois problemas, o da cirurgia no quadril, que o afastou por oito meses, e o da lesão muscular, ao voltar à equipe, após longo tempo de recuperação. Ainda assim, fez 91 jogos, marcou 3 gols e ganhou a Copa e a Supercopa da Inglaterra, dirigido pelo alemão Jurgen Klopp, o mais vitorioso da história do clube.

NA SELEÇÃO PRINCIPAL da Espanha, que defendeu de 2011 a 2021, depois de passar por seis divisões de base, Thiago Alcântara disputou 46 jogos e marcou 2 gols. Filho de brasileiros, ele tem outras duas nacionalidades, italiana e espanhola. Pai de Gabriel e Siena, Thiago Alcântara é casado desde 2015 com a catalã Julia Vigas, de 34 anos.

MAZINHO, pai de Thiago Alcântara, foi lateral e meia de 232 jogos e 17 gols pelo Vasco, bicampeão carioca (88-89), campeão brasileiro (89). No Palmeiras, 127 jogos, 2 gols, bicampeão paulista (93-94), campeão brasileiro (93). Na seleção, 36 jogos, campeão da Copa América (89) e campeão do mundo (94).

MAZINHO JOGOU nove temporadas bem-sucedidas na Europa: 90-91 na Lecce; 91-92 na Fiorentina; 94-96 no Valencia; 96-99 no Celta de Vigo. Paraibano de 58 anos, do município de Santa Rita, região metropolitana da capital João Pessoa, só lamenta que o filho Thiago não tenha jogado pela seleção brasileira, “para ser campeão como eu fui”.

Fotos: John Powell/Liverpool FC via Getty Images, Terra e FRIEDEMANN VOGEL / EFE