Escolha uma Página

Recordista com seis títulos e vencedor de duas das três últimas edições, o Cruzeiro estreou na Copa do Brasil 2020 empatando (2 x 2) com o São Raimundo, campeão de Roraima, na noite de ontem (13), no estádio Flamarion Vasconcelos, em Boa Vista, capital do estado. Na segunda fase o adversário será o Boa Esporte, de Varginha, no Sul de Minas, e se passar, jogará com o vencedor de Paysandu x CRB.

AS COTAS – O Cruzeiro busca o equilíbrio técnico e financeiro no início da Copa do Brasil, depois de reduzir em mais de 60% a folha de pagamento, que agora não passa de R$3 milhões/mês. O técnico Adilson Batista está lançando vários novatos, como o meia Edu e o atacante Alexandre Jesus, ambos de 19 anos, que marcaram seus primeiros gols como profissionais. Foi a quinta vitória consecutiva do ano e pela primeira vez o time jogou de branco.

CRUZEIRO – Fábio, Edilson, Cacá, Leo e João Lucas; Adriano, Edu, Maurício e Jhonata Robert (Judivan); Roberson e Alexandre Jesus. Adilson Batista disse que o jogo valeu pela classificação, mas não aprovou a atuação do time. O técnico terá conversa em separado com o meia Edu, expulso aos 31 do segundo tempo, seis minutos após Gustavo ter feito o segundo gol do São Raimundo, que chegou perto do desempate.

PONTE AVANÇA – No estádio do Vale, na Serra Gaúcha, a Ponte Preta se classificou para a segunda fase da Copa Brasil, na noite de ontem (13), ao vencer (2 x 1) o EC Novo Hamburgo, que conseguiu fazer seu primeiro gol este ano, o do meia Alyson, que empatou, mas perdeu a virada ao bater pênalti na trave. João Paulo fez 1 x 0 e o gol da vitória foi do atacante Roger, ex-Botafogo. Gilson Kleina é o técnico da Ponte, que jogará com o Vila Nova, de Goiânia, na segunda fase, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas.

CORUJA VENCE – Thayslane Costa, 30 anos, nascida em Aracaju e primeira árbitra de Sergipe na FIFA, apitou na noite de ontem (13) a vitória do estreante Afogados da Ingazeira, de Pernambuco, tratado pelos torcedores como Coruja do Sertão, sobre o Atlético, de Rio Branco, capital do Acre, por 3 x 0, no estádio Vianão, a 386 km da capital Recife. Diego Ceará (2) e Douglas fizeram os gols e o próximo adversário será o Atlético Mineiro. 

HISTÓRICO – No primeiro jogo que disputaram em sua história, a Ferroviária eliminou o Avaí com os 2 x 0 da tarde de ontem (13), no estádio da Fonte Luminosa, em Araraquara, e jogará na segunda fase com o Águias Negras, do Mato Grosso do Sul, que na noite anterior havia eliminado o Sampaio Corrêa, de São Luis do Maranhão. Henan e Igor fizeram os gols e poderia ter sido 3 x 0, mas o goleiro Lucas Frigeri defendeu pênalti batido por Tony.

Foto: Portal Paraná – UOL