A FRANÇA, ATUAL CAMPEÃ DO MUNDO, estreou na Liga das Nações 2022-23, perdendo de virada para a Dinamarca por 2 x 1, diante de 77 mil pagantes, na noite desta 6ª feira (3), no Stade de France, nos arredores de Paris. Com a morte do pai de Didier Deschamps, terceiro campeão do mundo como jogador e técnico, depois de Zagallo e Beckenbauer, a seleção francesa foi dirigida pelo assistente Guy Stéphan.

BENZEMA TEVE GOL ANULADO por impedimento no 1º tempo, mas fez um gol antológico, na volta do intervalo, aos 6 minutos, driblando três marcadores. Foi seu 50º gol em 54 jogos, em sua temporada 2021-22 maravilhosa, seis dias após ganhar a Liga dos Campeões com o Real Madrid. Benzema chegou aos 37 gols, a quatro de igualar Michel Platini, principal artilheiro da seleção com 41 gols.

A FRANÇA SÓ HAVIA PERDIDO dois jogos nos últimos quatro anos; o primeiro, antes de ganhar a Copa do Mundo de 2018, ao levar a virada da Colômbia por 3 x 2, e o segundo, em novembro de 2020, para a Finlândia por 2 x 0. Os gols da virada da Dinamarca foram de Andreas Cornelius, de 29 anos, artilheiro do Tranbzonspor, 3º do último campeonato turco. Ele entrou aos 15 do 2º tempo e marcou aos 23 e aos 43.

POR COINCIDÊNCIA, FRANÇA e DINAMARCA serão adversários na Copa do Mundo. Favoritas do Grupo D, as duas seleções terão a companhia da Tunísia, e a última vaga ainda será decidida. Quinto das eliminatórias sul-americanas, o Peru disputará a repescagem com o vencedor de Emirados Árabes x Arábia Saudita.

FRANÇA 1 x 2 DINAMARCA foi apitado pelo alemão Felix Zwayer, que marcou oito faltas de cada seleção e só aplicou um cartão amarelo, em jogador dinamarquês. A seleção francesa teve dois problemas de contusão, do zagueiro Raphael Varane, que saiu sentindo o músculo adutor da coxa esquerda, e o do atacante Mbappé, que deixou o campo com dores no tornozelo direito.

Foto: VAN DER HASSELT/AFP / F. Faugère/L’Équipe / Goal.com / GEOFFROY VAN DER HASSELT/AFP via Getty Images/One Football / Twitter Goal.com