Disputado desde 1888, o Campeonato Inglês tornou-se Premier League em 1992, com 20 equipes e o total de 380 jogos em 38 rodadas, com pontos corridos. A pandemia do novo coronavírus deixou os torcedores ingleses em situação inusitada: pela primeira vez, os 92 jogos restantes poderão ser disputados na Austrália Ocidental, a 14.470 km de Londres.

20 HORAS DE VOO – O governo da Austrália Ocidental aprovou a ideia de receber as 20 equipes em Perth, capital e maior cidade do país, distante 20 horas de voo, com saída de Londres. Considerada como a cidade mais isolada do mundo, a ensolarada Perth, está mais perto do Timor-Leste e da Indonésia do que de Melbourne eSydney, na Austrália.

QUATRO ESTÁDIOS – A presença de público nos jogos está sendo analisada, mas com número abaixo da capacidade de cada um dos quatro estádios: Perth Oval, 20.500 lugares; Opus Stadium, 65 mil; Arena Joondalup, 16 mil, e WACA, 24.500. A população de Perth, cidade portuária que exporta ouro, ferro e alumínio é de 2.100 mil habitantes.

A DIFERENÇA – A ideia dos jogos finais na Austrália Ocidental foi do ex-lateral Gary Neville, que nos 20 anos de carreira só jogou no Manchester United, ganhando nove campeonatos e o Mundial de clubes de 2008. Ele usou o argumento de que na Austrália Ocidental os mortos pela pandemia foram 93, enquanto no Reino Unido morreram mais de 28 mil.

PENSANDO À FRENTE – Os clubes ingleses sentem que o governo não relaxará o isolamento social, o que impediria o fim do campeonato antes de 31 de julho. Em agosto, há a fase final da Liga dos Campeões e da Copa da Uefa, e os clubes não querem retardar o início da temporada 2020-2021.

APOIO TOTAL – O Instituto Australiano de Esporte prometeu apoio total à conclusão da Premier League. Em três reuniões de videoconferência, o senador Glenn Sterle, de 60 anos, disse que “além de prestígio e fonte de receita, será um marco na história da Austrália Ocidental, fundada em 27/6/1729, sediar os 92 jogos finais do maior campeonato do mundo”.

BOA ESTRUTURA – O senador Sterle ressaltou também que “a Austrália Ocidental tem boa estrutura para receber as 20 equipes inglesas, que ficariam em excelentes hotéis e teriam bons campos de treinamento”. A aprovação ainda depende de mais acertos, mas a maioria dos jogadores das 20 equipes recebeu com simpatia a ideia de jogar fora do Reino Unido.