EM JOGO ELETRIZANTE E COM DUAS VIRADAS, O PSG MANTEVE A LIDERANÇA DO GRUPO A DA LIGA DOS CAMPEÕES 2021-2022, ao vencer por 3 x 2 o Leipzig, na noite de ontem (19), no Parque dos Principes, em Paris. O gol da vitória, em cobrança de pênalti, aos 28 do segundo tempo, foi com uma cavadinha cruel e humilhante de Messi, bem no meio do gol, enquanto Peter Gulasci, goleiro húngaro de 31 anos da equipe alemã, escolhia um dos cantos para tentar a defesa. 

O PSG, DO TÉCNICO ARGENTINO MAURÍCIO POCHETTINO, de 49 anos, fez 1 x 0 logo aos 8 minutos, em grande arrancada de Mbappé, outro grande nome do jogo, que deu assistência para o primeiro gol de Messi e sofreu o pênalti. O Leipzig aproveitou bem duas falhas dos zagueiros Marquinhos, titular da seleção brasileira, e Kimpembe, titular da seleção francesa, para fazer a virada com os gols do atacante português André Silva e do zagueiro francês Nordi Mukiele.

A SEGUNDA VIRADA FOI A DA VITÓRIA DO PSG, em sete minutos, com os gols de Messi, aos 21, com assistência de Mbappé, após grande arrancada, e aos 28, na cobrança do pênalti. O campeão francês lidera o Grupo A com 7 pontos, e o Manchester City, segundo, com 6 pontos, goleou o Bruge por 5 x 1, no estádio Jan Breydel, da cidade portuária de Bruge, no Noroeste da Bélgica. O lateral português João Cancelo, autor do primeiro gol, teve atuação destacada.

NEYMAR FOI POUPADO, COM DORES MUSCULARES, mas assistiu. Convidado do presidente do PSG, Ronaldinho Gaúcho foi homenageado em campo antes do jogo. Dos 305 gols em 770 jogos da carreira, 25 ele marcou em 77 jogos pelo clube francês, entre 2001 e 2003. Ronaldinho ganhou no Barcelona a Bola de Ouro de melhor do mundo em 2004 e 2005, e brincou, ao ser abraçado por Messi: “Carreguei muito esse anão no colo”.  Eles jogaram no Barça de 2003 a 2008.

Fotos: Marca, TNT Sports, UOL Esportes, Mais que um jogo