Com dois gols do meia Tiago Galhardo, ex-Vasco, o Ceará subiu cinco posições, ao vencer (2 x 1, de virada) o Avaí, na noite de ontem (27), no estádio da Ressacada, em Florianópolis, onde o campeão catarinense saiu para o intervalo em vantagem com o gol de Brenner. Foi a terceira vitória do vice-campeão cearense, primeira como visitante, ultrapassando Fortaleza, Chapecoense e Atlético Paranaense (7 pontos). Avaí e Vasco, últimos colocados, únicos ainda sem vitória em seis rodadas.

O Ceará se igualou ao Goiás e ao Botafogo em pontos (9), vitórias e derrotas (3), empate (0), mas com vantagem no saldo de gols (4), com 7 marcados e 3 sofridos; o Goiás está zerado (6 a 6) e o Botafogo, com saldo devedor de 1 gol (marcou 5, sofreu 6), caiu duas posições e terminou a sexta rodada em décimo primeiro lugar. O Goiás teve queda pior e desceu do sexto para o décimo lugar, ao perder (1 x 0) para o CSA, no outro jogo da noite desta segunda (27).

BOA RECUPERAÇÃO – O placar de 2 x 1 entrou na campanha do Ceará em quatro jogos consecutivos. Depois de duas derrotas, em casa e de virada para o Atlético Mineiro, e fora para o Goiás, o vice-campeão cearense teve boa recuperação, ganhando em casa do Grêmio, e pela primeira vez fora de casa do Avaí. Bom dizer: a décima quarta vitória, em 60 jogos, de time visitante no Brasileirão 2019. O Ceará mereceu porque foi melhor no segundo tempo, após sair para o intervalo perdendo.

DESTAQUE – O Avaí fez 1 x 0 aos 44 do primeiro tempo, com o gol de Brenner, após boa assistência do lateral Lourenço. O time chegou a ter outras chances de gol, mas o goleiro Diogo Silva neutralizou bem. No segundo tempo, o Ceará se impôs e conseguiu a virada com os dois gols do ex-vascaíno Tiago Galhardo, aos 28 e aos 41 minutos. No gol da virada, a jogada foi de Ricardo Bueno, artilheiro do time e um dos vice-goleadores do Brasileirão 2019, com três.

CEARÁ – Diogo Silva, Samuel Xavier, Valdo, Luis Otávio e João Lucas; Fabinho, Leandro Carvalho (Rick e depois Ricardo Bueno), Ricardinho (Pedro Ken) e Tiago Galhardo; Fernando e Bergson. Técnico – Enderson Moreira. Os dois próximos jogos serão em Fortaleza com Santos e Bahia, e na rodada última rodada, antes da parada para a Copa América, o Ceará jogará com o Vasco, em São Januário.

AVAÍ – Vladimir, Lourenço, Marquinhos, Ricardo e Igor; Mateus (Douglas), Pedro Castro e Gegê (Luan); João Paulo, Brenner (Daniel) e Caio. Técnico – Geninho. Os três próximos jogos do campeão catarinense, antes da parada para a Copa América, serão com Internacional e Palmeiras, como visitante, e em casa com o São Paulo. O Avaí caiu duas posições e terminou a rodada em penúltimo com 3 pontos, igual ao Vasco, mas com vantagem no saldo de gols (3 a 7). 

SETE CARTÕES – Boa arbitragem de Rodrigo Miranda, da Federação do Rio de Janeiro, que aplicou sete cartões amarelos: Lourenço, Igor, João Paulo e Brenner, do Avaí, e Luis Otávio, Leandro Carvalho e Bergson. R$110.006,00. 5.543 pagantes.

Foto: EDUARDO VALENTE/FRAMEPHOTO/FRAMEPHOTO/