Escolha uma Página

Fotos: Lucas Merçon/ FFC

O Ceará ultrapassou o Vasco no único 0 x 0 da rodada 35, concluída na noite desta segunda (19), com o Fluminense, no Maracanã, diante de um público que não chegou aos dois dígitos: 5.945 pagantes, R$105.015,00, sob tempo chuvoso e protestos no final com o coro de “time sem vergonha”, “burro, burro, burro” para o técnico Marcelo Oliveira e os piores xingamentos ao presidente do Fluminense, cujo time completou cinco jogos sem fazer gol e sofreu nove nos últimos sete.

IGUAIS EM TUDO – Fluminense e Ceará não mostraram futebol, muito menos competência para ganhar, tornando-se justo o 0 x 0 em que os times criaram pouquíssimo, ainda que o árbitro Anderson Luis Daronco, da Federação Gaúcha e da Fifa, tenha dado o total de 10 minutos de acréscimos, com cinco no segundo tempo. Empate até nos cartões amarelos: Airton Lucas, Macula e Richard (Fluminense) e Samuel Xavier, Richardson e Felipe Azevedo.

ESTACIONOU – Em mais uma rodada improdutiva, o Fluminense não saiu do lugar: décimo terceiro com 42 pontos – 11 vitórias, 9 empates, 15 derrotas, saldo negativo de 11 gols (marcou 31, sofreu 42) -, do nono empate, quarto 0 x 0 e sem fazer gol em 13 dos 35 jogos (sexto no returno). Os 0 x 0 no Maracanã foram com Sport e Ceará, e fora do Rio com Grêmio e América Mineiro. O último gol do Fluminense foi no 1 x 0 sobre o Atlético Mineiro, em 21 de outubro, na rodada 24.

TUDO IGUAL – Foi o décimo segundo empate do Ceará – quinto como visitante, terceiro 0 x 0 -, mas o time subiu duas posições e terminou a rodada em décimo quarto: 39 pontos, 9 vitórias, 12 empates, 14 derrotas -, com saldo negativo de 7 gols (marcou 29, sofreu 37). Os outros 0 x 0 do Ceará foram com Botafogo e América Mineiro, e em casa com São Paulo, Atlético Paranaense e Botafogo, total de seis. Em 35 jogos, o Ceará não fez gol em 15 (oito no returno). 

DIFERENÇA – O Ceará ultrapassou o Vasco, ambos com saldo negativo de gols, pela diferença de 1 gol: Ceará (29 a 37), Vasco (39 a 47). O Ceará marcou menos 10 gols que o Vasco (29 a 39), mas o Vasco sofreu mais 10 gols que o Ceará (47 a 37). Outra grande diferença no ítem gol entre os dois: em 35 jogos, o Vasco só não sofreu gol em 5. O Ceará, em 12. O Fluminense, após a rodada, ficou em décimo quarto, entre o Ceará e o Vasco, com três pontos à frente de ambos (42 a 39).

SEGUNDA VEZ – Fluminense 0 x 0 Ceará foi o trigésimo oitavo jogo sem gol do Brasileirão 2018, que teve a segunda rodada com menos gols (13), como também foi a décima sétima. Em 350 jogos, 768 gols, média de 2.19 gols por jogo.

Palmeiras, 56 gols. Flamengo, 54. Grêmio e Inter, 47. Boa disputa das defesas menos vazadas: Palmeiras, 24. Grêmio, 25. Inter, 26. Flamengo, 27. Gabriel (Santos), 17 gols. Diego Souza (São Paulo) e Pablo (Atlético Paranaense), 12.

QUINTA-FEIRA – O Fluminense jogará em Salvador com o Bahia e domingo (25), em Porto Alegre, com o Internacional. Na última rodada, domingo, 2 de dezembro, com o América Mineiro, no Maracanã. O Ceará jogará quinta (22), em Fortaleza, com o Paraná, e domingo (25), em Curitiba, com o Atlético Paranaense. Na última rodada, o jogo com o Vasco, que pode valer para ambos a permanência na Série A em 2019, será na Arena Castelão, em Fortaleza.