A Chapecoense não só ganhou pela primeira vez como visitante, mas também impôs ao Cruzeiro a primeira derrota em casa, na noite deste último domingo (26) de maio, no estádio Independência, em Belo Horizonte. O campeão mineiro saiu vaiado e terminou a sexta rodada com 6 pontos, a um ponto do Grêmio (5), primeiro dos quatro últimos. Foi a quarta derrota do Cruzeiro, com saldo negativo de seis gols (marcou 7, sofreu 13).

OS TRÊS GOLS – Em linhas gerais, o jogo foi bem equilibrado, principalmente no primeiro tempo, quando houve chances para os dois times. Mas os três gols só foram marcados após o intervalo. Rildo fez o primeiro da Chapecoense aos seis minutos, após driblar o goleiro Fabio, que deu rebote em chute de ElicarlosTiago Neves empatou aos 11, com chute colocado no ângulo, e o gol da vitória, aos 39, foi de Diego Torres, de cabeça, após boa jogada de Aylon, que acabara de entrar no lugar de Rildo.

 CRUZEIRO – Fabio, Lucas Romero, Dedé, Leo e Egidio; Henrique, Robinho, Rodriguinho (Pedro Rocha) e Tiago Neves (David); Marquinhos Gabriel (Lucas Silva) e Fred. Na próxima rodada, o Cruzeiro jogará com o São Paulo, no Morumbi, e antes da pausa para a Copa América, receberá o Corinthians e visitará o Fortaleza. O técnico gaúcho Mano Menezes não esconde a preocupação com a queda de rendimento da equipe, após a belíssima campanha na fase de grupos da Libertadores.

CHAPECOENSE – Tiepo, Caíque Sá (Brayan), Gum, Douglas e Bruno Pacheco; Elicarlos, Marcio Araújo e Gustavo Campanharo (Diego Torres); Rildo (Aylon), Everaldo e Arthur Gomes. O técnico Nei Franco disse que a tendência do time é a de subir mais porque só faltava uma vitória fora de casa. A Chapecoense subiu quatro posições e terminou a rodada em décimo segundo com 7 pontos, embora ainda com saldo devedor de gols (7 a 8). O próximo jogo, em Chapecó, é com o líder invicto Palmeiras.

Foto: ESPN