Uma semana depois de perder do Grêmio com um gol de bicicleta, a Chapecoense voltou a vencer (1 x 0) na Arena Condá neste domingo (17), com o gol de Everaldo, quarto artilheiro do Brasileirão 2019, com 12 gols, aos 37 do segundo tempo. Foi a quinta vitória, terceira em casa, mas o time não saiu da penúltima colocação com 25 pontos.

13 DERROTAS – Ainda sob ameaça de rebaixamento, o Ceará sofreu a décima sétima derrota, décima terceira como visitante e a nona por 1 x 0. Com 36 pontos, o vice-campeão cearense é décimo quinto colocado e sofreu a derrota consecutiva sem fazer gol, após perder o clássico do domingo passado (10) para o arquirrival Fortaleza (1 x 0).

CHAPECOENSE – João Ricardo, Renato (Eduardo), Douglas, Amaral e Bruno Pacheco; Marcio Araújo, Camilo (Gustavo Campanaro) e Vini Locatelli (Arthur Gomes); Roberto, Henrique Almeida e Everaldo. Técnico – Marquinhos Santos. O próximo jogo é com o lanterna Avaí, domingo (24), no estádio da Ressacada, em Florianópolis.

CEARÁ – Diogo Silva, Samuel Xavier, Tiago Alves, Luis Otávio (Eduardo Brock) e João Lucas; Fabinho, Ricardinho, Chico (Felipe Cardoso) e Tiago Galhardo (Lima); Felipe Baxola e Bergson. Técnico – Adilson Batista. O próximo jogo é com o São Paulo, domingo (24), na Arena Castelão, em Fortaleza.

TRÊS CARTÕES – O árbitro Rodolfo Toski Marques, da Federação Paranaense e da FIFA, advertiu com cartão amarelo o zagueiro Eduardo Brock, do Ceará, e o zagueiro Amaral e o lateral Bruno Pacheco, da Chapecoense. Anunciado apenas o público de 12.933 presentes.

Foto: Lance