Com o primeiro gol do atacante chileno Eduardo Vargas, de 31 anos, contratado há um mês, o Atlético Mineiro venceu (1 x 0) o Athletico Paranaense, na noite de ontem (12), na Arena da Baixada, em Curitiba, mantendo-se vice-líder por mais uma rodada. Com 46 pontos, o Atlético não pode ser alcançado pelo Flamengo, terceiro, com 42, mesmo que ganhe hoje (13) do Santos. O Athletico Paranaense sofreu a terceira derrota consecutiva e é décimo quarto com 28 pontos, em queda livre.

BEM MELHOR – Depois de só três vitórias, um empate e seis derrotas fora de casa no turno, o Atlético Mineiro melhorou o retrospecto como visitante no returno, com a quarta vitória em seis jogos (dois empates). Foi bem que o Athletico Paranaense, que o venceu (2 x 0) no Mineirão, mas não aproveitou um pênalti, aos 31 minutos, quando ainda estava 0 x 0. Boa defesa do goleiro Santos (200 jogos) na cobrança de Keno, que aos 44 deu o passe para Eduardo Vargas marcar o gol único do jogo.

EVERSON, Guga, Gabriel, Junior Alonso e Arana; Allan, Zaracho (Calebe) e Hyoran (Natan); Savarino (Rever), Eduardo Vargas (Sasha) e Keno – o Atlético Mineiro, vice-líder com 46 pontos em 25 jogos – 14 vitórias, 4 empates, 7 derrotas, saldo de 12 gols (44 a 31) -, ainda mais motivado para o jogo de quarta (16), no Morumbi, com o líder São Paulo. O técnico argentino Jorge Sampaoli voltou a elogiar a aplicação e a determinação da equipe: “Só lamento os gols anulados e o pênalti que perdemos”.

ATHLETICO – Santos, Erick, Pedro Henrique (Aguilar), Zé Ivaldo e Abner; Richard, Christian (Ravanelli) e Leo Cittadini (Lucho Gonzalez); Nikão, Carlos Eduardo (Reinaldo) e Kayzer. Técnico – Paulo Autuori. O Athletico caiu uma posição e terminou a rodada em décimo quarto com 28 pontos em 25 jogos – 8 vitórias, 4 empates, 13 derrotas (igual ao Bahia, Sport, Coritiba e Goiás), saldo negativo de 8 gols (20 a 28) – e o próximo jogo será com o Bragantino, domingo (20), em Bragança Paulista.

ANULADOS – O árbitro Vinícius Dias Araújo, da Federação Paulista, acertou ao anular dois gols do Atlético Mineiro por impedimento, ambos de Eduardo Vargas, e na marcação do pênalti. Foi correto também na aplicação dos quatro cartões amarelos, em Erick e Leo Cittadini, do Athletico, e Gabriel e Rever, único suspenso do próximo jogo.

BRAGANTINO 2 x 1 FORTALEZA – Com o técnico Maurício Barbieri elogiando a evolução da equipe, o Bragantino venceu (2 x 1) o Fortaleza, na noite de ontem (12), no estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista, a 88 km da capital. O primeiro gol foi contra do lateral Carlinhos, aos 13, e o volante Juninho empatou, de pênalti, aos 45 para o Fortaleza. O gol da vitória, aos 44 do segundo tempo, foi do meia Thonny Anderson. O Bragantino, com 41 pontos, é décimo, uma posição acima do Fortaleza, com 30. Domingo (20), o Fortaleza faz o clássico com o Ceará, e o Bragantino joga em casa com o Athletico Paranaense.

Foto: Paraná Portal