EMBORA GRÊMIO E BAHIA SEJAM OS MAIS AMEAÇADOS, Athletico Paranaense, Cuiabá e Juventude ainda não estão livres do rebaixamento. A derrota do Bahia para o Atlético Mineiro, campeão por antecipação, aumentou o otimismo do Grêmio, ainda mais com a vitória sobre o São Paulo por 3 x 0. A vantagem do Bahia, 17º com 40 pontos e 10 vitórias, agora é só de 1 ponto sobre o Grêmio, 18º com 39 pontos e 11 vitórias, ambos com saldo negativo de gol.

CLIMA TENSO – O clima foi tenso na reabertura da Arena Grêmio, que recebeu 8.500 torcedores na noite de ontem (2), principalmente pela absoluta falta de sensibilidade da comissão de arbitragem da CBF, que escalou Savio Sampaio, do Distrito Federal. Ele foi o árbitro de Grêmio 1 x 3 Palmeiras, que provocou a invasão de campo de torcedores que destruíram a cabine do VAR, o que determinou a interdição do estádio, só reaberto ontem (2) ao público. 

O SÃO PAULO fez mais uma de suas péssimas apresentações e sofreu a 8ª derrota em seu 18º jogo como visitante, que só conseguiu 4 vitórias, mas mantém distância do rebaixamento. O Grêmio ganhou fôlego com a 7ª vitória no 18º jogo em casa, mas o técnico Vagner Mancini voltou a ser hostilizado. O time não terá no jogo de domingo (5), com o Corinthians, Diego Souza, pelo 3º cartão, e Douglas Costa, expulso por demorar a sair de campo ao ser substituído.

OS GOLS DO GRÊMIO foram do volante Tiago Santos, de cabeça, aos 35 minutos do 1º tempo, e do lateral Diogo Barbosa aos 23 e do meia Jhonata Robert, aos 48, encobrindo o goleiro Tiago Volpi. Depois da visita ao Corinthians, que precisa confirmar a vaga na Libertadores, o Grêmio fará o jogo da última rodada em casa com o campeão Atlético. Já o Bahia, receberá o Fluminense, domingo (5), e na última rodada, dia 9, visitará o Fortaleza.

ATHLETICO PARANAENSE, 16º com 42 pontos, 12 vitórias, e Cuiabá, 15º com 43 pontos e 9 vitórias, farão confronto direto hoje (3), na Arena da Baixada, em Curitiba. O Juventude, 14º com 43 pontos e 10 vitórias, terá jogo importante hoje (3), na Arena Castelão, com o Fortaleza, 6º com 52 pontos, e 2ª (6), no Morumbi, com o São Paulo. Com tantas hipóteses, só mesmo na rodada final, dia 9, serão conhecidos os dois últimos rebaixados, que acompanharão Sport e Chapecoense na Série B em 2022.

Foto: Torcedores