Escolha uma Página

Mohamed Bin Salman, de 34 anos, príncipe herdeiro da Arábia Saudita, está comprando o Newcastle, clube inglês de 127 anos, por 300 milhões de libras, moeda mais valorizada do mundo, o equivalente a 2 bilhões de reais. A oferta foi aceita pelo atual dono, Mike Ashley, bilionário inglês de 55 anos, que em 2015 havia pago 135 milhões de libras pela compra do clube, uma de suas muitas propriedades.

DIFERENÇA – Bom dizer desde logo: o clube inglês foi comprado pelo príncipe saudita por apenas mais 70 milhões de libras do que pagou por um castelo em Louveciennes, na região de Versalhes, a 10 km de Paris. O castelo custou 230 milhões de libras e tem: 10 suítes; cinema com 100 lugares; 2 salões de festa; adega para três mil garrafas;  quadras de squash e salão de meditação com aquário ao estilo do agente 007 James Bond.

TIME FORTE – O príncipe Bin Salman diz que o investimento será elevado para fazer do Newcastle FC um time forte. Em 127 anos, o clube só foi quatro vezes campeão inglês, a última em 1926-1927. O técnico Massimiliano Allegri, de 52 anos, ganhador de cinco dos últimos oito campeonatos da Juventus, é o preferido. O meia francês Griezmann, do Barcelona, é nome cogitado. Só uma coisa, muito importante, não faltará ao clube: dinheiro

NEWCASTLE é uma cidade do Nordeste inglês, a 450 km da capital Londres. Desde a fundação, em 9/12/1892, os jogos são no St.James Park – 52.409 lugares -, sexto maior estádio do Reino Unido. Alan Shearer foi o maior artilheiro da história de 127 anos do clube, com 206 gols em 405 jogos, de 96 a 2006, e na seleção marcou 30 gols em 63 jogos, de 92 a 2000. São de Newcastle o cantor e ativista Sting, e Peter Hings, prêmio Nobel de Física 2013.

Fotos: The Sun e Give me Sport