O VASCO É O TIME DA MAIOR GOLEADA DA COPA SÃO PAULO DE 2022, com 12 x 0 no Rio Claro, na tarde de hoje (8), superando os 10 x 0 de três dias antes do Flamengo sobre o Forte Rio Bananal. Com o apoio dos torcedores, que foram ao delírio no estádio municipal de Santana de Parnaíba, a 42 km da capital paulista, o Vasco teve início arrasador, deu um show de bola, saiu para o intervalo com a metade da goleada e a vaga já garantida no mata-mata da próxima fase.

O MEIA MARLON GOMES abriu o placar logo aos 2 minutos, após cruzamento rasteiro do lateral Julião. O meia Vinícius fez 2 x 0 aos 5, convertendo com bela cobrança de cavadinha, o pênalti de Maranhão no lateral Galvão. O 3º gol, aos 9, foi em primorosa cobrança de falta do atacante Marcos Dias, que aos 18 deu assistência para Vinícius fazer 4 x 0. Aos 36, com o cruzamento de Galvão, Figueiredo fez 5 x 0, e aos 41, deu lindo passe de letra para Rodrigo marcar o 6º gol.

6 x 0 ERA POUCO, O VASCO QUERIA MAIS, e voltou do intervalo com a mesma fome de gol. Logo no 1º minuto, Marlon Gomes pintou o 7 de cabeça, após escanteio de Julião. Aos 7, finalizando de primeira, Figueiredo fez o 8º, e aos 16, seu hat-trick, na saída do goleiro. Vasco 10 x 0, com o 2º de Marcos Dias aos 20, e 11 x 0 aos 28, com Marlon Santos. O meia Andrey completou de cabeça os 12 x 0 da maior goleada da Copinha 2022, após escanteio de Saulo. 

O VASCO, DO TÉCNICO IGOR GOMES, na história da Copa São Paulo: Cadu, Galvão (Saulo), Eric Pimentel (Vitão), Zé Vítor e Julião; Rodrigo (Marlon Santos), Andrey, Marlon Gomes e Vinícius (Tavares); Figueiredo (Cachoeira) e Marcos Dias (Lucas Eduardo). É a equipe que igualou, em 8/1/2022, os 12 x 0 do Juventus no São Raimundo de Manaus, em 9/1/2000; do Internacional no Comerciário, do Maranhão, em 10/1/2007, e do Vitória no Imagine, do Tocantins, em 8/1/2014.

BOM DIZER: A MAIOR GOLEADA DA COPA SÃO PAULO é de 14 x 0, do Cruzeiro sobre o Vasco, de Itapecerica da Serra (SP), clube já extinto, em 20 de outubro de 1973, e do Santo André (SP) no Santana do Amapá, em 9 de janeiro de 2010. O Vasco deste segundo sábado de janeiro de 2022 teve chance de igualar porque jogou com aplicação do início ao fim do jogo com o Rio Claro, que na estreia já havia perdido por 3 x 0 para o SKA Brasil, de São Paulo, 2º do Grupo 24.

Foto: UOL