Escolha uma Página

Os mais de oitenta mil torcedores que lotarão o Estádio Santiago Bernabeu, na noite desta última quarta (26) de fevereiro de 2020, terão o privilégio de assistir o confronto histórico de dois grandes vitoriosos do futebol, como jogador e técnico: Zidane, do Real Madrid x Guardiola, do Manchester City. É o quinto jogo da Liga dos Campeões,  entre os dois times, o primeiro em que os dois estarão frente a frente.

ZINEDINE ZIDANE, de 47 anos, foi meia de técnica refinada, da primeira seleção francesacampeã do mundo, autor de dois gols de cabeça nos 3 x 0 da final de 1998, em Paris, com o Brasil. No Real Madrid, logo em sua primeira temporada, em 2001-2002, foi o destaque do time que ganhou a Liga dos Campeões, com seu gol aos 45 do segundo tempo. Zidane foi escolhido craque do jogo pelos observadores da União Europeia de Futebol. 

ÚNICO TRICAMPEÃO – Nada é mais expressivo no vitorioso currículo de Zidane, como técnico, do que ser o único a ganhar três vezes consecutivasa Liga dos Campeões da Europa, reconhecidamente o maior torneio de clubes do mundo. Em 2015-16, 2016-17 e 2017-18, ele consolidou a posição de recordista do Real Madrid, com 13 títulos, tornando-se realmente tricampeão, ao pé da letra. Três títulos consecutivos da Champions. Só ele, Zidane, tem.

JOSEP GUARDIOLA, de 49 anos, foi volante brilhante, de notável sentido de colocação em campo, alternando com a mesma eficiência marcação e apoio. Seis vezes campeão espanhol e da Champions 91-92, quando ganhou também a medalha de ouro dos Jogos Olímpicos. O brilho na carreira de técnico não se restringiu ao tri espanhol, às duas Champions e aos dois Mundiais de clubes. No Bayern, Guardiola ganhou o tri alemão e o Mundial de clubes com o Bayern.

INÉDITA TRÍPLICE – No currículo de Guardiola como técnico, a inédita Tríplice Coroa que o Manchester City só ganhou depois de 125 anos de fundação, com o Campeonato Inglês, a Copa da Liga Inglesa e a Copa da Inglaterra. Mas há o recorde que nenhum outro clube conseguiu em 135 anos de história na Inglaterra: o de terminar o campeonato com 100 pontos. No bicampeonato, em 2018-19, chegou bem perto ao somar 98 pontos. 

SOBREVIVENTES – O Real Madrid tirou o Manchester City da final da Champions em 2016, mas apesar de ter feito o gol contra no 1 x 0 no estádio Santiago Bernabeu, Fernandinho, um dos cinco sobreviventes, não saiu como vilão. Os outros quatro da semifinal daquele 4 de maio de 2016, estarão com ele, hoje (26), no mesmo cenário: os argentinos Otamendi e Aguero; o inglês Sterling e o belga De Bruyne.

REAL MADRID x CITY, às 9 da noite na Espanha – cinco da tarde no Rio -, será apitado por Daniele Orsato, de 44 anos, árbitro FIFA desde 2004, nascido na pequena Montecchio Maggiore, na bela região do Vêneto, província de Vicenza, a 525 km da capital Roma. As emoções do jogo de ida poderão se multiplicar na volta, dia 18 de março, no cenário de 55 mil lugares do Etihad Stadium, no sempre frenético Noroeste inglês.