Depois de fazer dois gols em catorze minutos e de sair para o intervalo com 2 x 0, o Corinthians decepcionou mais de 40 mil torcedores ao ceder o empate ao Ceará, que marcou o primeiro gol olímpico na Arena Corinthians e quase ganhou nos acréscimos. Foi o oitavo empate do Corinthians, quarto em casa, e o terceiro do Ceará, segundo como visitante. R$2.888.967,30. 43.230 pagantes.

AMPLO DOMÍNIO – O Corinthians foi bem superior no primeiro tempo e poderia ter saído para o intervalo com vantagem mais ampla. O primeiro gol foi contra do lateral João Lucas, ao desviar de cabeça o cruzamento de Mateus Vital da direita, aos 23. O segundo foi de Vagner Love, aos 37, com assistência de Clayson. 

GOL OLÍMPICO – O Ceará voltou melhor e Tiago Galhardo marcou o primeiro gol aos 14, após lançamento de Ricardinho. O primeiro gol olímpico na Arena Corinthians decretou o empate final, aos 47, com Leandro Carvalho batendo o escanteio de pé direito, com o goleiro adiantado na pequena área. Por pouco, Tiago Galhardo fez o gol da virada.

CORINTHIANS – Cassio, Michel, Manoel, Gil e Avelar (Carlos Augusto, 7 do segundo tempo); Gabriel, Júnior Urso, Mateus Vital e Jadson (Gustavo, 29 do segundo tempo); Clayson (Ramiro, 39 do segundo tempo) e Vagner Love. Técnico – Fabio Carille. Com 32 pontos – 8 vitórias, 8 empates, 2 derrotas, 21 gols pró e 11 contra -, o Corinthians sai do G4, se o Palmeiras (30) e o São Paulo (31) vencerem.O Corinthians manteve a invencibilidade em seu estádio – 7 empates, 7 vitórias – após a Copa América. Os empates anteriores foram com Grêmio (0 x 0), 1 x 1 com Flamengo e Palmeiras. O último jogo do turno será com o Fluminense, domingo (15), no Maracanã, e o primeiro do returno com o Bahia, em Salvador.

CEARÁ – Diogo Silva, Samuel Xavier, Valdo, Tiago Alves e João Lucas; Fabinho, Ricardinho (William Oliveira, 24 do segundo tempo), Tiago Galhardo e Wescley (Leandro Carvalho, 19 do segundo tempo); Lima (Felipe Baxola, 39 do segundo tempo) e Felipe Cardoso. Técnico – Enderson Moreira. Com 21 pontos – 6 vitórias, 3 empates, 9 derrotas, 21 gols pró e 20 contra -, o Ceará só perde uma posição na rodada, se o Cruzeiro (18) vencer o Grêmio.

O Ceará conseguiu o segundo empate como visitante – o anterior (1 x 1) havia sido com o Fluminense -, mas o retrospecto, fora de Fortaleza, é ruim, com sete derrotas e só uma vitória (2 x 1 no Avaí). O último jogo do turno será com o Botafogo, sábado (14), no Castelão, e o primeiro do returno com o CSA, em Maceió.

DOIS CARTÕES – Clayson foi o único do Corinthians advertido com cartão amarelo. O árbitro Paulo Roberto Alves Júnior, da Federação Paranaense e do quadro da CBF, expulsou o zagueiro Tiago Alves, do Ceará, com cartão vermelho direto, aos 41 do segundo tempo por falta em Gustavo. Após a revisão do VAR, reconsiderou e mostrou o amarelo, em decisão acertada.

Foto: Marcos Ribolli