O Corinthians garantiu vaga na Libertadores 2020 ao vencer (1 x 0) o Ceará, que pode voltar ao rebaixamento, se o Cruzeiro ganhar hoje (5) do Grêmio, em Porto Alegre. Gustavo, de cabeça, em seu primeiro toque na bola, após escanteio de Clayson, fez o gol aos 37 do segundo tempo, na noite de ontem (4), Arena Castelão, em Fortaleza.

DESDE SETEMBRO – A última vitória do Corinthians como visitante – 1 x 0 na Chapecoense – havia sido na vigésima primeira rodada, em 26 de setembro. Em 19 jogos fora de casa, o Corinthians só ganhou 4, perdeu 8 e empatou 7, com 16 gols marcados e 21 sofridos. 

NOVO TÉCNICO –Observado pelo gaúcho Tiago Nunes, 39 anos, ex-Athletico Paranaense, novo técnico a partir de janeiro, o Corinthians termina o ano domingo (8), em casa, com o Fluminense. Em 37 jogos, o campeão paulista somou 56 pontos – 14 vitórias, 14 empates e 9 derrotas -, com 41 gols pró e 32 contra, e terminou a rodada em sétimo. 

CEARÁ AMEAÇADO – Com 38 pontos, após a décima nona derrota, o Ceará pode voltar a ser o primeiro do rebaixamento, se o Cruzeiro, com 36, vencer hoje (5) o Grêmio. Foi a quinta derrota em casa, e o último jogo será domingo (8) com o Botafogo, no estádio Nilton Santos. O Ceará tem saldo negativo de cinco gols (35 a 40). 

CEARÁ – Diogo Silva, Samuel Xavier, Luiz Otávio, Eduardo Brock e João Lucas; Fabinho, Lima, Ricardinho e Felipe Baxola (Felipe Cardoso, intervalo, e depois Chico, aos 35); Leandro Carvalho (Mateus Gonçalves, 15 do segundo tempo) e Tiago Galhardo. Técnico – Argel Fucks. O Ceará está ameaçado de voltar à Série B, depois de três temporadas.

BEM MELHOR – O Corinthians foi bem melhor que o Ceará e poderia ter saído com placar mais amplo porque perdeu chances antes e depois de fazer o gol. Janderson acertou a trave no primeiro minuto do segundo tempo, e aos 44 Gustavo quase fez seu segundo gol. No último lance, aos 48, o argentino Boselli mandou uma bomba no travessão do Ceará.

CORINTHIANS – Cassio, Fagner, Manoel, Gil e Carlos Augusto; Ramiro (Gustavo, 34 do segundo tempo), Gabriel (Ralf, 21 do segundo tempo), Júnior Urso (Clayson, 28 do segundo tempo) e Mateus Vital; Janderson e Boselli. Técnico – Dyego Coelho. 

EXPULSÃO – O meia Lima, antes advertido com cartão amarelo, foi expulso aos 26 do segundo tempo, por falta em Ramiro. O Ceará teve também Fabinho e João Lucas (suspenso) advertidos com cartão amarelo. Com boa atuação, o árbitro Rafael Traci, da Federação Catarinense, advertiu os corintianos Manoel, Gabriel, Clayson e Carlos Augusto.

Foto: A Gazeta