Em seu primeiro jogo em 2021, o Corinthians goleou o Fluminense por 5 x 0, quando e como quis, na noite de ontem (13), na Arena Corinthians, no complemento da vigésima nona rodada do Campeonato Brasileiro. Jô marcou o primeiro gol aos 26, após falha do goleiro, e na volta do intervalo, o Corinthians chegou à goleada em 35 minutos, com Juan Cazares, aos 10; Fagner, aos 16; Mateus Vital, de fora da área, aos 22, e Luan, que não marcava desde agosto, aos 45 minutos.

MAIS IMPLACÁVEL – O placar de 5 x 0 foi o mais implacável que o Corinthians impôs ao Fluminense em 87 anos de história, iniciada no domingo, 16 de abril de 1933, quando empataram (4 x 4) em amistoso nas Laranjeiras. Desde então, o jogo da noite de ontem (13), na Arena Corinthians, foi o de número 113, com a vitória 40 do Corinthians; o Fluminense venceu 41 jogos e houve 32 empates. Na história recente do Brasileiro, 59 jogos, 22 vitórias do Corinthians, 20 do Fluminense e 17 empates.

SETE SEM PERDER – Desde 14 de novembro, na Arena Corinthians, quando levou a virada (2 x 1) do Atlético Mineiro, na rodada 21, o Corinthians completou sete jogos sem perder, com cinco vitórias (quatro consecutivas) e dois empates, nessa ordem: 0 x 0 Grêmio, 1 x 0 no Coritiba, 0 x 0 Fortaleza, 1 x 0 São Paulo, 2 x 1 Goiás, 2 x 0 Botafogo e 5 x 0 Fluminense. Corinthians e Santos têm 42 pontos, 11 vitórias, 8 derrotas, 9 empates, mas, com os 5 x 0, o Corinthians tirou o Santos do oitavo lugar, pelo saldo de gols (5 a 4), com 35 marcados e 30 sofridos, e o Santos, que caiu para o nono lugar, fez 39 e sofreu 35 gols.

AMEAÇADO – Com a derrota mais contundente, o Fluminense ficou ameaçado quanto à classificação para a Libertadores 2021. Com 43 pontos em 29 jogos – 12 vitórias, 10 derrotas, 7 empates e o saldo de gols reduzido a 2 (39 marcados, 37 sofridos) -, a pressão do Corinthians e do Santos vai aumentar. O Fluminense até pode ter ajuda, com o aumento das vagas, desde que Santos e Palmeiras, finalistas da Libertadores, e Grêmio e Palmeiras, finalistas da Copa do Brasil, terminem o Brasileiro nas oito primeiras posições.

ÚLTIMO 5 x 0 – Desde o domingo, 13 de fevereiro de 2013, no Pacaembu, pela quinta rodada da primeira fase do Paulista, quando o meia Alexandre Pato estreou no jogo com o Oeste, o Corinthians não ganhava de 5 x 0. Paolo Guerrero fez 2, Danilo, Paulinho e Pato completaram. Outra goleada histórica do Corinthians foi a da fase de grupos da Libertadores, em 17 de maio de 2018, no Estádio Metropolitano de Lara, sobre o Deportivo Lara da Venezuela (7 x 2).

CORINTHIANS – Cassio, Fagner, Jemerson, Gil e Fabio Santos; Gabriel, Cantillo (Camacho), Juan Cazares (Luan) e Mateus Vital (Leo Natel); Gustavo (Gabriel Pereira) e Jô (Everaldo). O técnico Vagner Mancini ficou aliviado porque nenhum dos cinco com dois cartões amarelos foi advertido e ele poderá manter o time no clássico da próxima segunda (18) com o Palmeiras, no Allianz Parque. Duílio Monteiro Alves, de 45 anos, feliz com o primeiro jogo a que assistiu como presidente eleito do Corinthians.

FLUMINENSE – Marcos Felipe, Calegari, Lucas Claro, Mateus Ferraz e Danilo Barcelos; Yuri Lima, Yago Felipe e Hudson (Lucca); Wellington Silva (Caio Paulista), Fred (Martinelli) e Michel Araújo (Nenê) – sob a direção, pelo segundo jogo consecutivo, de Ailton Ferraz, porque o treinador Marcão está se recupera da Covid-19. O time joga sábado (16) com o Sport, no Maracanã, e quarta (20) com o lanterna Coritiba, no estádio Couto Pereira, em Curitiba.

TRÊS CARTÕES – Foi observado um minuto de silêncio pela morte do Grande Benemérito Antonio Carlos de Almeida Braga – Braguinha – e o Fluminense usou tarja preta na camisa. O árbitro Rafael Traci, da Federação Catarinense e da FIFA, advertiu com cartão amarelo o meia Hudson e o atacante Fred, por reclamação no intervalo. O único advertido do Corinthians foi o meia Cantillo, por falta em Nenê. Nas redes sociais, torcedores do Corinthians fizeram muito elogio ao técnico Vagner Mancini.

Foto: Peter Leone / Ofotografico