Em jogo de abertura da décima primeira rodada, o Corinthians venceu (3 x 2) o Bahia na noite de ontem (16), na Arena Corinthians, e subiu quatro posições, chegando ao décimo primeiro lugar, com 12 pontos em 10 jogos – 3 vitórias, 4 derrotas, 3 empates, saldo negativo de um gol (15 a 16) -, e o Bahia, décimo sexto com 9 pontos em 10 jogos – 2 vitórias, 5 derrotas, 3 empates, saldo negativo de seis gols (12 a 18) – pode entrar na zona de rebaixamento ao término da rodada.

GAROTADA – O técnico interino Dyego Coelho, paulistano de 37 anos, lançou o volante Roni, de 21 anos, e o meia Xavier, de 20 anos, que dirigiu na equipe sub-20, da qual ainda é treinador, e ambos corresponderam. Depois do primeiro gol, que o venezuelano Otero marcou aos 17, também da entrada da área, Roni fez o segundo aos 34, após jogada do lateral Lucas Piton, de 19 anos, também promovido do sub-20. O lateral Nino, com chute forte da entrada da área, fez o primeiro do Bahia, aos 36.

DE CABEÇA – Na volta do intervalo, o Corinthians continuou melhor e ampliou a vantagem aos 16, com o gol de cabeça do zagueiro Gil, subindo no momento certo após o escanteio do lateral Fagner. O Bahia não teve força para evitar a quinta derrota em dez jogos, mas pelo menos diminuiu a diferença com o gol de Saldanha, de cabeça, aos 44, após escanteio do lateral Juninho Capixaba. Saldanha substituiu Gilberto, muito apagado e há nove jogos sem fazer gol.

INTENSIDADE – Os técnicos usaram as cinco substituições da regra criada depois da pandemia do novo coronavírus. Corinthians 3 x 2 Bahia foi disputado com muita intensidade e pegada, marcação forte, mas sempre com lealdade. Depois de perder (1 x 0) para o Atlético Goianiense, em Salvador, Mano Menezes sofreu a segunda derrota como técnico do Bahia, mas disse ter visto evolução na postura do time, que vai a Recife na próxima quarta (23) para o jogo com o Sport.

ABATIDO – O técnico Mano Menezes estava muito abatido porque soube pouco antes do jogo da morte de Eduardo Silva, preparador fisico que trabalhou com ele no Cruzeiro, bicampeão mineiro 18-19 e da Copa do Brasil 17-18. Dudu tinha 43 anos e sofreu um AVC – Acidente Vascular Cerebral – na semana passada e não resistiu. Antes do jogo, os jogadores e o técnico do Corinthians cumprimentaram Mano Menezes, que dirigiu Dyego Coelho, em 2008, quando o atual técnico do Corinthians encerrou a carreira de lateral-direito, após 112 jogos e 15 gols. 

MINUTO – Não só em respeito ao preparador fisico Eduardo Silva – Dudu -, o minuto de silêncio, antes de Corinthians 3 x 2 Bahia, foi também em homenagem às 134.106 vítimas da Covid-19, até ontem (16), em todo o Brasil, e às 33.574 de São Paulo, o estado que continua registrando mais mortes, desde março de 2020, com a pandemia. 

Foto: goal.com