Escolha uma Página

Valencia e Atalanta, amanhã (10), no estádio Mestala, pela Liga Europa, será o primeiro jogo sem público na Espanha, como medida preventiva contra a epidemia do coronavírus. O Valencia tem missão difícil para se classificar, após perder (4 x 1) o jogo de ida na Itália, o que o obriga a vencer pelo menos por 3 x 0. Dois dias depois, quinta (12), Sevilha e Roma, pela mesma competição, também jogarão sem público no estádio Ramon Sanchez Pizjuan.

CAMPEONATO – A Real Federação Espanhola de Futebol ainda não informou se o jogo de amanhã (10) da rodada 24 do Campeonato Espanhol, que Eibar e Real Sociedad disputarão no estádio municipal de Ipurua, no município de Guipúscua, a 410 km da capital Madrid, será com portões fechados. Mas, o secretário de Esporte da Catalunha, Gerar Figueiras, já sugeriu que Barcelona x Napoli, dia 18, pela Liga dos Campeões, no Camp Nou, seja sem público.

CASOS DOBRARAM – Salvador Illa i Roca, de 56 anos, ministro da Saúde, está em contato permanente com os dirigentes da Real Federação Espanhola de Futebol, admitindo que os jogos do campeonato, a partir do próximo fim de semana, sejam com estádios fechados. As escolas fecharam hoje (9), em Madrid e em duas cidades do País Basco, na região Norte, porque o número de casos dobrou de forma assustadora em apenas um dia.

1.204 INFECTADOS – De acordo com o Ministério da Saúde espanhol, até sexta-feira (6), os casos de infectados eram de 589 e passaram para 1.204, com 28 mortes, no final de ontem (8). Os dados dobraram também a preocupação das autoridades sanitárias e o ministro Salvador Illa i Roca disse que estádios sempre lotados podem contribuir ainda mais para que infecções e mortes aumentem pela propagação do coronavírus.

Foto: Susana Vera/Reuters