O Botafogo deveria ter estreado como mandante, mas o jogo de domingo (9), às 11 horas, no estádio Nilton Santos, teve que ser adiado porque na véspera o Bahia decidiu o campeonato estadual com o Atlético de Alagoinhas, a quem venceu (7 x 6, nos pênaltis), depois de 0 x 0 e 1 x 1 em jogos de muito equilíbrio. Tricampeão 2018-19-20, foi o título 49 de campeão baiano em 89 anos do clube mais popular do estado. Por isso, o Botafogo estreará como visitante, amanhã (12), com o Bragantino.

DOIS VETADOS – O técnico Paulo Autuori viu-se obrigado a fazer alterações no time porque o meia Cicero e o atacante Pedro Raul foram vetados, após o teste positivo do novo coronavírus. Outro descartado é Luis Fernando, que joga no meio e na ponta, porque ainda não se recuperou de dores musculares. Mateus Babi comandará o ataque, que terá como novidade Mateus Nascimento, de 16 anos, pela primeira na reserva, com chance de ser a primeira opção, conforme o transcurso do jogo.

22 ANOS DEPOIS – A última vez que Bragantino e Botafogo se enfrentaram no estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista, a 88 km da capital, foi em 26 de agosto de 1998, quando o Bragantino, após 12 derrotas em 23 jogos, foi rebaixado à Série B. Um mês depois de ser vice-campeão do mundo na França, Bebeto, já aos 34 anos, marcou os dois gols do Botafogo, que defendeu em 98-99, com 27 gols em 37 jogos, e Ronaldo Alfredo e Paulinho fizeram os gols do Bragantino.

NOS TRÊS JOGOS que disputaram pela Série B do Campeonato Brasileiro, cada time venceu um, mas no total de 12 jogos, a vantagem é do Bragantino, com 5 vitórias, duas do Botafogo e quatro empates. Na noite de amanhã (12), será o sétimo jogo em Bragança Paulista, onde o Bragantino venceu dois, o Botafogo ganhou um e houve três empates. Bragantino x Botafogo será apitado por André Luis Castro, de 46 anos, da Federação Goiana, que domingo (9) teve boa atuação em Grêmio 1 x 0 Fluminense.

MAIS OTIMISTA – Os jogadores do Bragantino dedicaram o empate da estreia (1 x 1) com o Santos, na Vila Belmiro, como presente de aniversário ao técnico Felipe Conceição, que domingo (9) completou 41 anos. Natural de Nova Friburgo, região serrana do Rio, ele foi atacante do Botafogo entre 98 e 2002, e bicampeão como técnico dos juniores em 97-98. Ele disse que “no Bragantino não há titulares e posso mudar o time para o jogo com o Botafogo”.

Foto: Netfogão