A CAMISA 7 DA SELEÇÃO DE PORTUGAL, autografada pelo artilheiro Cristiano Ronaldo, será leiloada a partir da próxima 6ª feira (24), pela rectArquitetos, a maior empresa de arquitetura de La Palma, ilha do arquipélago das Ilhas Canárias, da província de Santa Cruz de Tenerife, no Oceano Atlântico. O atacante português se emocionou com o pedido, que atendeu na hora, após saber que o vulcão Cumbre Vieja destruiu 3000 edifícios e desalojou mais de sete mil pessoas.

O LEILÃO TERÁ A DURAÇÃO DE 10 DIAS e os organizadores não têm dúvida de que a camisa vermelha da seleção portuguesa, autografada por um dos jogadores mais importantes do mundo, será a peça mais valiosa na contribuição de recursos para as vítimas. A empresa que promoverá o leilão ofereceu a Cristiano Ronaldo um video do desastre provocado pelo vulcão, o que deixou o jogador ainda mais sensibilizado, ao assistir com a namorada argentina Georgina.

LEILÃO DE MARADONA – A falta de ofertas para a compra dos bens mais valiosos de Diego Maradona estendeu por mais dez dias o leilão organizado na Argentina. Até ontem (20), só as camisas do Boca Juniors e da seleção argentina, que ele usou nas Copas do Mundo de 86, em que foi campeão, e de 90, em que foi vice, foram arrematadas, assim como quadros pintados a óleo, um chapéu de rancheiro e um violão, que ele gostava de tocar.

EMBORA, PELO QUE GANHOU, não tenha deixado tantos bens, faltam os arremates de dois apartamentos em área nobre da capital Buenos Aires e vários carros, que ainda não receberam licitação. Outro imóvel valorizado, é a casa de seus pais, Dalma Franco e Diego, que era mais conhecido pelo apelido de “Chitoro”, no bairro de Villa Devoto, arborizado, residencial e sofistacado. Há também um apartamento de 800 mil euros, em Mar del Plata, um dos maiores destinos turisticos da Argentina.

Foto: TVI24